Darko Vojinovic / AP
Darko Vojinovic / AP

Son marca 2, Tottenham goleia e fica perto das oitavas; Leverkusen bate Atlético

Time inglês precisa de apenas mais três pontos para garantir classificação às oitavas de final

Redação, Estadão Conteúdo

06 de novembro de 2019 | 19h42

Com dois gols marcados pelo atacante sul-coreano Heung-Min Son no segundo tempo, o Tottenham atropelou o Estrela Vermelha por 4 a 0, nesta quarta-feira, em Belgrado, na Sérvia, e ficou perto de garantir uma vaga nas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Com o triunfo, o time inglês passou a somar sete pontos na vice-liderança do Grupo B da competição, na qual horas mais cedo o Bayern de Munique assegurou classificação à próxima fase com duas rodadas de antecedência ao bater o Olympiacos por 2 a 0, na Alemanha, e chegar a 12 no topo desta chave.

Já o Estrela Vermelha estacionou nos três pontos e estacionou na terceira posição. Assim, viu suas chances de ir às oitavas de final ficarem reduzidas. No próximo dia 26, o clube sérvio receberá o líder Bayern em Belgrado pressionado a conquistar uma vitória. E ainda terá de torcer para o Tottenham no máximo empatar com o Olympiacos, lanterna, com um ponto, em Londres, no mesmo dia, para seguir na briga por uma vaga.

Ou seja, nas duas rodadas finais deste Grupo B, o time londrino tem de somar três pontos para se classificar sem depender de outros resultados. Pela jornada final desta chave, no dia 11 de dezembro, o Bayern receberá a equipe inglesa em Munique e o Olympiacos atuará na Grécia contra o Estrela Vermelha.

No duelo desta quarta-feira em Belgrado, o Tottenham começou a construir a sua vitória aos 35 minutos, quando Giovani Lo Celso abriu o placar com um gol "chorado", pois o ataque do time visitante precisou finalizar três vezes antes de o argentino marcar. Primeiro Harry Kane acertou a trave. No rebote na continuidade da jogada, Son finalizou para um defensor salvar na linha da meta e depois o mesmo sul-coreano acertou o travessão em novo chute. E apenas depois Lo Celso balançou as redes. Para completar, o gol só foi confirmado após o juiz de campo rever todo o lance por meio da arbitragem de vídeo.

Na etapa final, a equipe inglesa ampliou para 2 a 0 aos 12 minutos, quando Dele Alli deu assistência para Son receber pelo lado esquerdo da grande área e finalizar forte e fazer o seu primeiro gol no jogo. E o sul-coreano voltaria a marcar já aos 16, quando Danny Rose cruzou da esquerda e o atacante, com liberdade, bateu de primeira para as redes.

E vale lembrar que Son foi decisivo nesta quarta-feira em seu primeiro jogo após ter sido protagonista da dura falta que acabou quebrando a perna do português André Gomes no empate por 1 a 1 com o Everton, no último domingo, em Liverpool, pelo Campeonato Inglês. Na ocasião, o adversário da equipe da casa levou a pior ao ser atingido por um carrinho dado pelo sul-coreano. Ele vinha se estranhando com o oponente e, ao perceber a gravidade da lesão do português, o jogador asiático, expulso de campo pelo juiz, se desesperou e começou a chorar.

Em Belgrado, o jogo seguia muito fácil para o Tottenham, que ainda fez o quarto gol com o dinamarquês Christian Eriksen, aos 40 minutos. Após passe do lateral Ryan Sessegnon, o meio-campista aproveitou a marcação frouxa da zaga adversária e bateu para a bola desviar de leve em um defensor e entrar no canto direito do goleiro Milan Borjan, decretando o 4 a 0.

LEVERKUSEN TAMBÉM VENCE

Em outro duelo da noite desta quarta-feira pela Liga dos Campeões, o Bayer Leverkusen soube aproveitar o fator campo ao bater o Atlético de Madrid por 2 a 1. Com o resultado, o time alemão finalmente somou os seus três primeiros pontos no Grupo D, assumiu a terceira posição e manteve o sonho de lutar por uma vaga nas oitavas de final nas duas rodadas finais da chave.

Já o Atlético, vice-líder, seguiu com sete pontos e viu a Juventus, já classificada para a próxima fase, abrir três de vantagem na liderança após superar o Lokomotiv Moscou por 2 a 1, na Rússia, horas mais cedo, na abertura desta quarta rodada. O clube russo, com os mesmos três pontos do Leverkusen, caiu para a lanterna da chave.

No próximo dia 26, o clube russo e a equipe de Leverkusen se enfrentam na capital russa, enquanto a Juventus receberá o time de Madri em Turim.

No duelo desta quarta-feira na Alemanha, o Bayer abriu o placar aos 41 minutos do primeiro tempo, com um gol contra de Thomas. Na etapa final, Kevin Volland ampliou para 2 a 0 para os donos da casa aos 10. Nos minutos derradeiros do jogo, a equipe alemã ficou com um homem a menos após a expulsão do meia-atacante Nadiem Amiri, que levou o vermelho por causa de uma forte discussão com os próprios companheiros de time.

Alvaro Morata ainda descontou para o Atlético com um gol marcado nos acréscimos, aos 49 minutos, mas não houve mais tempo para buscar a igualdade no placar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.