Sonho da tríplice coroa embala Palmeiras contra Sport

Time de Vanderlei Luxemburgo precisa de um empate com gols nesta quarta para se classificar na Copa do Brasil

Juliano Costa, Jornal da Tarde

29 de abril de 2008 | 18h34

Perto de levar o título do Campeonato Paulista e já com o planejamento pronto para o Brasileirão, o Palmeiras encara o Sport nesta quarta-feira, às 21h50 (com acompanhamento do estadao.com.br), em Recife, tentando avançar às quartas-de-final da Copa do Brasil para manter vivo o sonho da Tríplice Coroa - ou seja, a conquista dos três títulos mais importantes para um time brasileiro em território nacional durante a temporada. Veja também: Tumulto e arquibancadas esgotadas para Palmeiras x Ponte Kléber quer ficar, mas futuro no Palmeiras ainda é incerto Calendário e resultados da Copa do Brasil Valdívia fala sobre 'as decisões mais importantes' de sua vida O trunfo palmeirense para alcançar o feito é Vanderlei Luxemburgo, que já conquistou a Tríplice Coroa com o Cruzeiro, em 2003 - foi campeão mineiro, da Copa do Brasil e do Brasileirão. "Um técnico como ele sabe exatamente como montar um grupo para conquistar esses três objetivos", disse o volante Martinez, que defende hoje o Palmeiras e estava naquela vitoriosa campanha cruzeirense. "Ele sabe como manter os jogadores motivados e focados sempre no maior objetivo possível. O Vanderlei nunca se satisfaz só em se classificar. Ele quer é ser primeiro, sempre." Para isso, Luxemburgo tem trabalhado mais nos bastidores do que dentro de campo. O técnico já passou para a diretoria do clube e o staff da Traffic (a parceira palmeirense) o planejamento para o Campeonato Brasileiro, que prevê até três jogadores para cada posição - o normal é duas opções. E ele ouviu a confirmação de que será atendido. Jogadores como o lateral-direito Fabinho Capixaba e o volante Sandro Silva, ambos do Mirassol, além do volante Jumar, do Paraná, serão as chamadas peças de reposição para possíveis lesões dos titulares Elder Granja e Pierre, por exemplo. Além disso, há uma série de jogadores que podem ser negociados na abertura do mercado europeu, em agosto, como o zagueiro Henrique, o meia Valdivia e o atacante Kléber. Por isso mesmo, o atacante Keirrison, do Coritiba, e o meia chileno Villanueva, do Audax Italiano, já estariam apalavrados com a Traffic.  Mas, enquanto o Brasileirão não começa e os reforços não chegam, Luxemburgo faz seus jogadores manterem o foco no Sport - estão todos proibidos de falar da Ponte Preta, adversária de domingo, no Palestra Itália. A final do Paulistão só voltará a ser assunto no Palmeiras depois do jogo desta quarta-feira em Recife. "Vai ser uma partida complicada, porque o estádio deve lotar e o Sport não vai vir logo com tudo pra cima. Eles vão se defender bem, como já fizeram no jogo do Palestra", afirmou o atacante Kléber. Na primeira partida desse confronto na Copa do Brasil, os times ficaram no 0 a 0. Hoje, um empate com gols dá a classificação ao Palmeiras - um novo 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis. E para a equipe pernambucana, só resta a vitória. Apesar da dificuldade do jogo, Luxemburgo não descarta poupar alguns titulare  Sport RecifeMagrão; Diogo, Igor, Durval e Dutra; Daniel Paulista, Kássio, Everton e Romerito; Carlinhos Bala e RogerTécnico: Nelsinho Baptista PalmeirasMarcos; Elder Granja (Wendel), Gustavo, Henrique (David) e Leandro; Wendel (Pierre), Martinez, Diego Souza e Valdivia; Kléber e Alex MineiroTécnico: Vanderlei LuxemburgoÁrbitro: Heber Roberto Lopes (PR)Estádio: Ilha do Retiro, em Recife (PE)Horário: 21h50TV: Bands em Recife, visando a decisão contra a Ponte. Elder Granja e Pierre, justamente os dois "sem reservas", podem ser poupados nesta quarta-feira, como já foram no jogo de ida contra o Sport. E Henrique, muito gripado, pode dar lugar a David. SPORTO técnico do time pernambucano, Nelsinho Baptista, tem desfalques importantes para o jogo desta quarta-feira: o lateral-direito Luisinho Netto e os volantes Sandro Goiano e Bia (que é reserva), todos suspensos.  Sem um reserva imediato para a lateral, Nelsinho deve improvisar o meia Diogo na posição, já que precisa da vitória para se classificar. No meio-de-campo, Kássio é o favorito para entrar na vaga de Sandro Goiano. Nelsinho e seus jogadores confiam na força da torcida para avançar na competição. "Somos muito fortes na Ilha do Retiro", avisou o atacante Carlinhos Bala.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasSport RecifeCopa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.