Sonho de Lino é ter fama no Morumbi

O lateral Lino chegou nesta quarta-feira ao São Paulo com um objetivo: vencer em um grande clube e conquistar, finalmente, a fama como jogador de futebol. "Até então não era conhecido, mas acho que a partir de agora as coisas vão mudar", disse o ex-jogador do Iraty (PR).Lino mostrou-se disposto a não desperdiçar sua grande chance. Quando era juvenil, foi dispensado pelo Corinthians. Disse não guardar mágoas, mas logo depois acabou sendo traído por suas próprias palavras. "Teve clube que não prestou atenção", desabafou. Da capital, foi para Rio Claro (SP), onde defendeu o Velo Clube. "Quando estava lá recebi a proposta de um empresário para jogar na China e aceitei. Na época o salário era compensador."O atleta passou cinco meses na China e outros quatro em Hong Kong. Lino não passou fome ou teve problemas de acomodação no país, porém admite dificuldades de adaptação. "Uma das complicações era a língua. Não entendia o que os companheiros diziam e tive de me virar", conta. "A outra era a comida. Não conseguia comer o que eles comiam; frutos do mar vivos, por exemplo." O jeito, segundo ele, foi passar a arroz, espaguete e carne de porco mal passada. "Para ir a um restaurante de culinária brasileira tinha de rodar uns 40, 50 quilômetros."Apesar das dificuldades, Lino garante ter aprendido com a experiência. "Lá na China eles marcam muito forte e cobram muita agilidade, o que foi bom para mim", disse o jogador, que se definiu como um atleta que "vai para cima e também defende". O lateral está disposto a repetir no São Paulo o mesmo bom desempenho do Campeonato Paranaense.

Agencia Estado,

13 de junho de 2001 | 18h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.