Sonho europeu atrapalha o Corinthians

A abertura do mercado europeu nesse fim de ano provocou conseqüências diretas na rotina de contratações dos clubes brasileiros. Um dos maiores exemplos é o Corinthians. Pelo menos duas contratações consideradas prioritárias acabaram emperradas por causa do período de negociações no mais cobiçado mercado do futebol mundial. Tanto o atacante Dimba (ex-Goiás) como o lateral-esquerdo Gilberto (ex-Grêmio), orientados pelos respectivos empresários, vêm protelando o quanto podem a decisão sobre o clube que defenderão em 2004. Nos dois casos, a aposta é de que esse seja o momento para conseguir a sonhada transferência, finalmente receber em euro ou dólar e, assim, garantir a independência financeira. Enquanto Gilberto pediu prazo até o dia 10 para dar sua resposta, Dimba, que não conseguiu se encaixar na Europa, já deu mostras de que está disposto a reconsiderar sua posição (havia pedido R$ 150 mil/mês) e aceitar o teto do clube: R$ 80 mil. A questão agora é saber se o Corinthians ainda tem interesse, já que as conversas com Alex Mineiro e Marcelo Ramos estão mais bem encaminhadas. O grupo se apresenta no dia 12, quando segue para Extrema-MG, onde realiza a pré-temporada. A estréia no Campeonato Paulista está marcada para o dia 21 em Sorocaba, contra o Atlético.

Agencia Estado,

01 de janeiro de 2004 | 18h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.