Sonho muito com as drogas, diz Maradona

'Não sabem o alívio que é quando acordo. Era como se estivesse vendo aquelas caras que via', conta o argentino

Luis Ampuero, da Reuters,

19 de outubro de 2007 | 15h02

O ex-jogador argentino Diego Maradona disse nesta sexta-feira que sente um grande alívio cada vez que acorda e se dá conta de que não estava usando drogas, que tudo não passava de um sonho.   Veja também:   Maradona ganha 'genro' jogador de futebol "Sonho muito com as drogas, é como se estivesse dentro e não conseguisse despertar", afirmou Maradona a um programa do canal 13 da televisão argentina, após viagem por Colômbia e Itália. "Quando desperto, a primeira coisa que faço é abraçar Verónica, minha velha", acrescentou o ex-jogador, que foi várias vezes hospitalizado nos últimos anos por causa do vício em drogas e álcool. "Não sabem o alívio que é quando acordo... era como se estivesse vendo aquelas caras que via", explicou Maradona sobre seus sonhos. Maradona, que completa 47 anos dia 30 de outubro, acrescentou que sua viagem à Colômbia foi para realizar um tratamento dentário. Ele também explicou que "posso visitar a Colômbia porque não uso mais drogas".

Tudo o que sabemos sobre:
Maradona

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.