Nelson Perez/Fluminense
Nelson Perez/Fluminense

Sornoza minimiza escalação reserva do Grêmio e pede 'inteligência' ao Fluminense

Meia quer que time carioca, nono na tabela do Brasileirão, use momento para se aproximar do G-4

Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2018 | 16h22

O Fluminense entra em campo neste sábado para encarar o Grêmio, no Engenhão, pela 27.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Do outro lado, a equipe carioca vai ter um adversário repleto de reservas, focado nas quartas de final da Libertadores. O meia Junior Sornoza, porém, minimizou o fato e exaltou o elenco adversário.

"Temos que fazer nosso trabalho. Sabemos que o Grêmio tem jogadores muito importantes, tanto na equipe principal quanto na reserva. Temos que ser muito inteligentes, saber propor a partida e fazer um bom trabalho", considerou o equatoriano nesta quinta-feira.

Com 34 pontos, o Fluminense ocupa a nona colocação do Brasileirão, a oito do Atlético-MG, que fecha a zona de classificação para a Libertadores. Mesmo com a distância, Sornoza considerou a vaga ao torneio como meta para a equipe, assim como o título da Copa Sul-Americana.

"Sonhamos em jogar a Libertadores e em ganhar a Sul-Americana. Temos que seguir trabalhando muito forte, pois temos partidas em casa que são fundamentais para esses sonhos. Temos que estar à altura nas partidas para alcançar estes objetivos", afirmou.

Se no Brasileirão a situação não é das melhores, na Sul-Americana o Fluminense largou bem nas oitavas de final ao derrotar o Deportivo Cuenca por 2 a 0 fora de casa. Para confirmar a vaga na quinta que vem, Sornoza pediu a presença em peso da torcida no Maracanã.

"É importante ter um Maracanã lotado, uma torcida que nos apoie. Conseguimos um bom resultado em Quito, não foi fácil jogar na altitude. Esperamos que em casa, com a presença da nossa torcida, façamos um bom trabalho também", projetou.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseJunior Sornoza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.