Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Sorocaba e Ponte tentam se salvar

Atlético Sorocaba e Ponte Preta jogam pelo mesmo objetivo, nesta quinta-feira, às 20h30, no estádio "Walter Ribeiro", em Sorocaba: para fugir do rebaixamento dentro do Campeonato Paulista. Mas eles entram em campo em situações diferentes. O time da casa, penúltimo colocado com 10 pontos, só pode pensar em vitória, enquanto os campineiros estão numa situação mais cômoda, com 18 pontos, em 14º lugar. "No futebol ninguém joga a toalha antes de esgotadas as chances matemáticas. Então será um jogo duro, de vida ou morte mesmo", prevê o técnico ponte-pretano, Oswaldo Alvarez, o Vadão. Esta previsão parece, realmente, se encaixar bem no confronto válido pela 16ªrodada do Paulistão. Insatisfeito com o rendimento da Ponte no empate com o Mogi Mirim, na última rodada, 3 a 3, Vadão resolveu promover mudanças. Em princípio, ele pensava adotar um esquema mais cauteloso, no 4-5-1. Nesta formação, o volante Carlinhos seria escalado como titular. Mas depois dos últimos treinamentos, Vadão achou melhor deixar o time no 4-4-2, sem o volante Ângelo e o atacante Roger, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Em seus lugares entram Henrique e Romualdo, respectivamente. As novidades são as voltas de Galeano na defesa e de Harison no meio-campo. Eles cumpriram suspensão automática na última rodada. Com isso saem o zagueiro Gustavo e o apoiador Rafael Rodrigues. Do lado do Atlético Sorocaba, o desespero é total. Dentro do elenco, o jogo com a Ponte está sendo encarado como decisivo. "Só a vitória nos interessa, não podemos sequer pensar em empatar", disse o técnico Pintado. Em relação ao time que foi goleado pelo São Caetano, 3 a 0, na última rodada, o treinador realizou apenas duas mudanças. No gol, entra o jovem Fábio, no lugar de Wilson Júnior, suspenso com o terceiro cartão amarelo. O atacante Éder Seccon entra na vaga de Fabiano, expulso no ABC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.