Kamil Krzaczynski
Kamil Krzaczynski

Sorteio define Haiti e Panamá como rivais dos EUA na Copa Ouro

Equipe estreia em 7 de julho contra Honduras ou Guiana Francesa

Estadão Conteúdo

12 Março 2015 | 13h57

Um sorteio realizado nesta quinta-feira definiu os grupos da próxima edição da Copa Ouro, torneio que envolve as seleções da Concacaf, a Confederação das Associações de Futebol da América do Norte, Central e do Caribe. Atual campeão, os Estados Unidos estão no Grupo A e vão estrear em 7 de julho diante de Honduras ou Guiana Francesa em Frisco, no Texas.

Na chave, os norte-americanos, atualmente em 32º lugar no ranking da Fifa, também terão pela frente o Haiti, número 77 do mundo, no dia 10, em Foxborough, no Massachusetts, e o Panamá, número 61 do mundo, em 13 de julho, em Kansas City, encerrando a sua participação no Grupo A.

No Grupo C da Copa Ouro, o México (21.º colocado do ranking), vai estrear contra Cuba (110.º) em 9 de julho, em Chicago. Três dias depois, vai encarar a Guatemala (82.º), em Glendale, no Arizona, e finalizará a sua participação na chave diante de Trinidad e Tobago (63.º), em Charlotte, na Carolina do Norte.

A Costa Rica (13.º), cabeça de chave do Grupo B, iniciará a sua participação na Copa Ouro diante da Jamaica (76.º), em 8 de julho, em Carson, na Califórnia. Os outros jogos serão com El Salvador (89.º), no dia 11, em Houston, e com o Canadá (116.º), no dia 14, em Toronto.

Os dois primeiros de cada grupo e os dois melhores terceiros colocados se classificam para as quartas de final da Copa Ouro. As semifinais do torneio serão realizadas em Atlanta, enquanto que a disputa do terceiro lugar, que não acontece na competição desde 2003 será em Chester, na Pensilvânia. Já o campeão da edição de 2015 da Copa Ouro vai ser conhecido na Filadélfia, no Lincoln Financial Field, em 26 de julho.

Se a seleção dos Estados Unidos conquistar o título da Copa Ouro, estará classificada para a edição de 2017 da Copa das Confederações. Mas caso o campeão seja outro time, terá que disputar a vaga em um mata-mata com os norte-americanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.