Rayner Peña/AP
Rayner Peña/AP

Soteldo brilha, Santos empata com Deportivo Lara e avança na Libertadores

Venezuelano garante classificação jogando em seu país; equipe de Ariel Holan agora aguarda o vencedor de Universidad de Chile e San Lorenzo

Felipe Rosa Mendes, O Estado de S.Paulo

16 de março de 2021 | 21h19

Poderia ter sido mais tranquilo, mas o Santos avançou na fase preliminar da Copa Libertadores com sensação de alívio. Em Caracas, o time brasileiro saiu na frente do Deportivo Lara e parecia perto de uma vitória fácil. Mas voltou a vacilar na defesa e empatou por 1 a 1, nesta terça-feira. Na ida, os santistas haviam vencido por 2 a 1.

O resultado garantiu o Santos na terceira fase classificatória da competição sul-americana. Precisa ainda vencer mais um confronto de ida e volta para buscar sua vaga na fase de grupos. Agora o time paulista aguarda o duelo da volta entre a Universidad de Chile e o San Lorenzo, marcado para quarta-feira. O primeiro jogo terminou em 1 a 1.

Sem Marinho e Kaio Jorge, ainda em recuperação física, o Santos foi para cima do Deportivo Lara, apesar da possibilidade de avançar com um empate. Como vem acontecendo há meses, o time brasileiro apostava nos jovens jogadores. Mas foi Soteldo quem mostrou serviço. Sentindo-se "em casa", o venezuelano comandou as ações em um primeiro tempo em que o Santos registrou até 74% de posse de bola.

Colocando os zagueiros do Lara para correr, pela esquerda, Soteldo concentrava as atenções, levava perigo e ainda liberava os jovens colegas para ocupar os espaços no ataque. Numa de suas investidas em velocidade, foi derrubado quase em cima da linha da área. Ele mesmo cobrou a falta e mostrou precisão, acertando o ângulo direito do gol defendido por Curiel, aos 37 minutos.

Se Soteldo parecia resgatar o bom futebol do passado, o Santos também incorria em erros antigos. Como nos piores momentos da temporada 2020, o time voltou a ter problemas com as bolas aéreas na defesa. E foi assim que o Lara buscou o empate, aos 16 minutos da etapa final. Anzola, que também balançara as redes no jogo de ida, voltou à carga nesta terça.

O empate deixava o Deportivo Lara a apenas um gol de igualar o confronto. E o time venezuelano não desanimou. Passou a pressionar a defesa santista, cada vez mais assustada. De um lado, havia a inexperiência dos garotos da equipe brasileira. Mas, do outro, a falta de precisão e de qualidade técnica do Lara. Assim, o Santos aguentou o sufoco relativo dos venezuelanos e confirmou um suado favoritismo.

FICHA TÉCNICA:

DEPORTIVO LARA 1 x 1 SANTOS

DEPORTIVO LARA - Curiel; Anzola, España, Cristopher Rodríguez e Sifontes; Segovia, Bueno, Melean (Jean Castillo), Castellanos (Castillo) e Darwin Gómez; Angel Sánchez (Salazar). Técnico: Martín Brignani.

SANTOS - João Paulo; Pará, Kaiky, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Jean Mota (Vinícius Balieiro), Sandry (Gabriel Pirani) e Soteldo; Marcos Leonardo (Bruno Marques) e Angelo (Lucas Braga). Técnico: Ariel Holan.  

GOLS - Soteldo, aos 37 minutos do primeiro tempo. Anzola, aos 16 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Meleán, Anzola, Jean Mota, Sandry.

ÁRBITRO - Víctor Carrillo (Fifa/Peru).

LOCAL - Estádio Olímpico de Caracas (Venezuela).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.