Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC
Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC

Soteldo contrai coronavírus e vira desfalque no Santos na Libertadores e no Brasileirão

Venezuelano viajou a Porto Alegre para a partida contra o Grêmio, mas teve resultado positivo e está isolado no hotel na capital gaúcha

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2020 | 18h36

O meia-atacante Soteldo contraiu coronavírus e será desfalque no Santos pelos próximos jogos, a começar pela partida contra o Grêmio nesta quarta-feira, pela ida das quartas de final da Copa Libertadores da América. Como terá de ficar em isolamento por dez dias, como manda o protocolo elaborado pela CBF, o venezuelano desfalcará a equipe no confronto com o Flamengo (já estaria suspenso pelo terceiro cartão amarelo), pelo Brasileirão, além do duelo de volta com o Grêmio. Ainda deve perder o jogo contra o Vasco, pelo Brasileirão.

Soteldo viajou a Porto Alegre com a delegação santista, porque havia tido resultado negativo no teste realizado no último sábado. No entanto, ele começou a sentir sintomas do coronavírus, realizou novo exame e teve resultado positivo. Desde então, o venezualo está isolado no hotel na capital gaúcha.

"Durante a viagem para Porto Alegre, na última terça-feira (8), o meia-atacante Yeferson apresentou febre e dor de garganta. O venezuelano realizou o teste de Covid-19 no último sábado para o jogo contra o Grêmio, testou negativo e estava liberado para o duelo. Por precaução, porém, o Santos FC optou por fazer um novo exame de coronavírus no jogador após a apresentação dos sintomas e o resultado foi positivo. Com isso, Soteldo foi isolado no hotel em Porto Alegre e não estará em campo na Arena do Grêmio", informou o Santos.

Sem Soteldo, o técnico Cuca optou por colocar Lucas Braga na equipe titular no duelo desta quarta-feira. Santos e Grêmio começam a decidir uma vaga na semifinal da Copa Libertadores da América. A partida de volta será realizado na próxima quarta-feira, na Vila Belmiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.