Souza: alívio pelo gol marcado para o Corinthians

Atacante, que marcou logo após começar a ser criticado pela torcida, reclama da falta de ritmo

Milton Pazzi Jr., estadao.com.br

31 de janeiro de 2009 | 19h27

SÃO PAULO - O gol de pênalti que marcou aos 44 minutos do segundo tempo para o Corinthians (nos 4 a 1 sobre o Oeste) trouxe o alívio que o atacante Souza acredita que necessitava. Isso porque, assim, apaziguou as críticas que vinha recebendo dos torcedores no Pacaembu pelas chances perdidas, principalmente nesta partida.Veja também: Corinthians goleia o Oeste e dorme líder do Paulistão Paulistão 2009 - Tabela e classificaçãoConfira as novidades do mercado do futebol Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão "Nos últimos jogos quase não apareceram tantas oportunidades, agora neste jogo elas apareceram e começamos a fazer. A gente vê a cobrança que o atacante tem de fazer a gol, mas eu me sacrifico bastante e hoje consegui fazer um", disse o atacante, com um sorriso estampado em seu rosto.Ele elogia o colega Chicão, que é o batedor de pênaltis oficial do time. "Realmente, por onde passei sempre bati pênalti. Ele [Chicão] viu que eu estava numa situação difícil, foi lá e mandou eu bater. E deu tudo certo", conta.Souza reconhece que teve medo na hora da cobrança do pênalti. "Se ele [Gotardi, goleiro do Oeste] pega esse pênalti, eu tinha de ter muita personalidade [para aguentar as críticas]. Tudo se junta [pressão], é a concorrência, o time tem jogadores de qualidade que querem jogar, venho jogando bem, mas a bola não estava entrando". A justificativa para não conseguir marcar gols é a falta de jogos. "Fiquei quase dois meses sem jogar na Grécia, tô sem tempo de bola". O gol neste sábado foi o segundo de Souza com a camisa do Corinthians. O primeiro foi no amistoso contra o Estudiantes, da Argentina, vencido pelos corintianos por 5 a 1.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansSouzaCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.