Souza chega para vestir a camisa 10 do Paris Saint-Germain

Meia foi apresentado em seu novo clube, 12.º na tabela do Campeonato Francês, nesta quinta-feira

31 de janeiro de 2008 | 20h18

O meia Souza, ex-São Paulo, foi apresentado nesta quinta-feira como o novo camisa 10 do Paris Saint-Germain, que vive temporada complicada e está em 12.º lugar no Campeonato Francês, com 29 pontos, apenas três acima da zona de rebaixamento. Depois de usar a 10 são-paulina no ano passado, Souza teve de voltar a vestir a camisa 21 com a chegada de Adriano, que lhe tomou a 10. Agora, vestirá o mesmo número usado por um mito - e também camisa 10 - são-paulino em sua passagem pelo PSG: Raí. Souza chegou destacando sua facilidade para jogar em várias posições, especialmente pelo lado direito. "Lá no São Paulo os laterais gostam de jogar avançados, e eu gosto de participar das jogadas com eles", disse o jogador, que custou 4 milhões de euros ao clube francês. Junto com Souza foi apresentado outro brasileiro, o atacante Everton Santos, que estava na Corinthians. O time do Parque São Jorge e o Bragantino dividirão os 2 milhões de euros arrecadados com a negociação do jogador, que chegou otimista. "Sem ter a pretensão de me comparar com ele, mas jogo como Robinho, me movendo pelos dois lados do campo", afirmou. Os dois não devem estar prontos para a partida deste sábado, pelas oitavas-de-final da Copa da França, contra o Le Poiré, time amador que disputa uma das oito ligas regionais que compõem a quinta divisão do país. O PSG, que nos últimos anos teve vários brasileiros, como Valdo, Ricardo Gomes, Leonardo e Ronaldinho Gaúcho, já contava no elenco com o lateral Ceará, que foi campeão mundial em 2006 com o Internacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.