Souza festeja gols no Fla e dedica título à mãe e à mulher

Um dos principais destaques da conquista do título da Taça Guanabara (primeiro turno do Estadual do Rio), o atacante Souza passou a quinta-feira festejando com a família no bairro de Sulacap, na zona oeste do Rio. Autor dos dois primeiros gols na goleada por 4 a 1 sobre o Madureira, não escondeu a emoção com o triunfo e o dedicou à mãe, dona Dilza, e à mulher, Suellen, grávida de sete meses - aos 25 anos, Souza aguarda com ansiedade a chegada do terceiro filho, que se chamará Lucas.?Foi muito emocionante porque já conquistei um título em tão pouco tempo no Flamengo e ainda marquei duas vezes na final?, disse Souza, contratado no início do ano, após ter sido o artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2006, com 17 gols, pelo Goiás.Souza foi criticado por ter sido um dos piores jogadores em campo na primeira partida da final, quando o time da Gávea foi derrotado por 1 a 0. Ele contou que o técnico Ney Franco reuniu o grupo e todos fizeram um pacto pela conquista do título. O atacante atribuiu a isso o fato de o Flamengo ter tido um desempenho bem superior na noite de quarta-feira.?Fizemos a reunião, conversamos com o Ney e decidimos que iríamos ser campeões?, disse Souza. ?E quando fiz meu segundo gol sabia que iria ter uma noite feliz e sairia do Maracanã como campeão?, acrescentou. A briga com alguns jogadores do Madureira, no fim da partida, foi justificada por Souza como um desabafo. ?Eles falaram demais e todos mostramos que o favorito era o Flamengo?, afirmou.Outro que aproveitou o dia para festejar e fazer um desabafo foi o meia Renato Augusto. O jogador respondeu às críticas de que, apesar de ser um bom jogador de criação, não consegue converter as jogadas em gols. ?É uma sensação indescritível fazer o gol em uma final. E foi bom porque estava incomodado com as críticas, mas só deixa de marcar quem não arrisca?, disse Renato Augusto, autor do terceiro gol - o quarto foi do meia Renato.Após o título da Taça Guanabara, que assegurou o clube na decisão do Estadual do Rio, o Flamengo agora se prepara para concentrar suas forças na disputa da Libertadores. Os dirigentes da equipe já avisaram que a competição internacional será prioridade e, na estréia da equipe no segundo turno, a Taça Rio, neste sábado, contra o Nova Iguaçu, o time deverá ser formado em sua maioria por jogadores reservas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.