Souza não deve ficar no São Paulo

Depois da fracassada tentativa de contratar Ricardinho, os dirigentes do São Paulo voltam à realidade e começam a resolver, a partir desta quinta-feira, alguns problemas do elenco. Três jogadores ficam sem contrato no final de julho: o goleiro Roger, o atacante Sandro Hiroshi e o meia Souza.O clube tem interesse na permanência de Roger e Sandro Hiroshi. A situação de Souza é complicada. O salário do jogador é de R$ 60 mil. O diretor de futebol Carlos Augusto de Barros e Silva já disse que acha a quantia muito alta para um jogador que não consegue se firmar no time titular.Nesta quarta-feira, antes da confirmação de que Ricardinho não iria mais para o Morumbi, Souza já falava em tom despedida. "O meu contrato vai terminar, mas acho que não vai ser renovado. O São Paulo não quer que eu fique, tanto que está atrás do Ricardinho. Tudo bem, aprendi muito aqui", afirmou.O lateral-esquerdo Gustavo Nery e o zagueiro Reginaldo também deverão ser negociados. Para a lateral, o técnico Oswaldo de Oliveira ganhou mais uma opção com a chegada de Jorginho Paulista. O zagueiro argentino Ameli fez nesta quarta-feira o seu primeiro treino com os novos companheiros. Morando num flat, ele quer encontrar uma casa, de preferência em condomínio fechado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.