Souza promete torcida pelo Tigre, mas critica violência

O volante Souza disse que vai assistir o jogo desta terça-feira entre Tigre e Sporting Cristal, às 21h30, pela quinta rodada do Grupo 2 da Copa Libertadores, mas admitiu que não terá muito prazer em torcer pelo time argentino. Se o Tigre vencer, basta o Palmeiras derrotar o Libertad que estará classificado antecipadamente para as oitavas de final do torneio continental.

DANIEL BATISTA, Agência Estado

09 de abril de 2013 | 13h12

"Ah, vou assistir, né (o jogo)? Difícil torcer pra time argentino, ainda mais para o Tigre, que bate que só a p... Espero que eles ganhem e que a gente faça a nossa lição de casa", brincou o volante palmeirense.

Souza também prometeu que a postura do Palmeiras contra o Libertad será bem diferente da que teve no primeiro jogo contra a equipe paraguaia, fora de casa, quando foi facilmente dominado e perdeu por 2 a 0.

"É um rival difícil, mas lá (no Paraguai) a gente jogou de um modo atípico, não jogamos bem. A gente se perdeu em campo, mas estamos preparados. Sabemos como é jogar contra o Libertad. Vamos fazer de tudo para ser diferente daquele jogo. E ainda teremos o apoio da torcida. Isso ajuda muito", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.