Souza recua e faz retratação pública

O meia Souza, do São Paulo, se viu obrigado a fazer uma retratação pública nesta quinta-feira, depois de ter sido ameaçado de suspensão e peder o Mundial de Clubes do Japão, ao ter criticado o STJD e a anulação dos jogos suspeitos de manipulação. Ao comentar sobre o fato de o Goiás receber dinheiro do Inter para vencer o Corinthians domingo, na última rodada do Campeonato Brasileiro, o são-paulino disse não ver nada de errado. ?Já deram mala com o troféu dentro quando anularam os 11 jogos?, disse o jogador, numa referência direta ao tribunal. Hoje, ameaçado de suspensão, ele recuou."Gostaria de deixar claro que em nenhum momento eu citei ou me referi ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva, tampouco ao Presidente do orgão, Dr. Luiz Zveiter, quando falei a respeito da mala-preta do futebol brasileiro. Eu relacionei o assunto ao caso de suborno envolvendo o árbitro Edílson Pereira de Carvalho, que recebeu dinheiro de apostadores para alterar os resultados dos jogos", esclarece o jogador, segundo informa o site oficial do São Paulo.De acordo com o site, a diretoria do São Paulo aproveita o episódio ?para ressaltar a plena confiança que tem na integridade e no acerto das decisões tomadas por todos os membros do STJD?.

Agencia Estado,

01 de dezembro de 2005 | 16h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.