Sparta leva multa por escalar atletas vetados da seleção

A Federação de Futebol da República Checa anunciou nesta segunda-feira uma multa ao Sparta Praga por ter escalado jogadores que foram negados à seleção do país por conta de doença. O clube foi punido em cerca de US$ 42 mil (R$ 70 mil).

AE, Agência Estado

21 de fevereiro de 2011 | 15h19

Além da multa, o comitê disciplinar da federação checa suspendeu o técnico do Sparta Praga, Josef Chovanec, por dez semanas, e os atacantes Vaclav Kadlec e Tomas Pekhart por dois jogos.

Os dois jogadores haviam sido convocados para defender a seleção checa Sub-21 na partida contra a Holanda, no dia 9 de fevereiro. No entanto, o Sparta alegou uma virose para vetar os atletas do jogo da seleção.

Antes da partida, porém, Kadlec e Pekhart entraram em campo pelo Sparta, usando nomes diferentes em suas camisas, no dia 8, para enfrentar o Zenit St. Petersburg, na Espanha, em jogo de preparação para o confronto com o Liverpool, pela Liga Europa. A presença dos atletas na partida foi flagrada por fotos publicadas pelo Zenit.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSparta Pragapunição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.