John Sibley / Reuters
John Sibley / Reuters

Spartak Moscou afasta jogadores por 'curtirem' crítica a técnico em rede social

Torcida está insatisfeita com trabalho do técnico Massimo Carrera após queda nos playoffs iniciais da Liga dos Campeões

Estadão Conteúdo

19 de setembro de 2018 | 09h02

O capitão Denis Glushakov e o zagueiro Andrei Yeshchenko foram retirados do elenco do Spartak Moscou e não vão participar do jogo contra o Rapid Vienna, na Áustria, nesta quinta-feira, pela primeira rodada da fase de grupos da Liga Europa.

Eles são acusados de "curtir" uma postagem de um vídeo no Instagram do ator russo Dmitry Nazarov, que critica Massimo Carrera, técnico do Spartak. "Carrera não é nossa felicidade" e se pergunta "Quantas desgraças precisamos antes que a nossa gratidão se esgote?"

A diretoria do clube não comentou o caso diretamente e não explicou o motivo dos afastamento dos atletas. Glushakov afirmou que não gostou do post em questão. Yeshchenko ainda não fez comentários sobre o caso.

Carrera ganhou o título russo com o Spartak em 2017, mas o time está cinco pontos atrás Zenit St. Petersburg, líder da liga russa nesta temporada. A equipe também foi eliminada na fase de qualificação da Liga dos Campeões.

Na Liga Europa, o Spartak Moscou está no Grupo G, ao lado de Rapid Vienna (Áustria), Rangers (Escócia) e Villarreal (Espanha).

 
Tudo o que sabemos sobre:
futebolInstagram

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.