Spartak pode ser punido por invasão de torcedores

A Uefa informou nesta segunda-feira que abriu um processo disciplinar para investigar os incidentes ocorridos na partida entre Spartak Moscou e Zilina, na semana passada, pela Liga dos Campeões. Na ocasião, os torcedores do time russo invadiram o campo do adversário e provocaram uma série de tumultos.

AE-AP, Agência Estado

13 de dezembro de 2010 | 14h25

Uma comissão disciplinar da Uefa avaliará o caso nesta quinta-feira e pode punir o Spartak Moscou, por conta da invasão de seus torcedores no estádio do Zilina. Embora eliminado na primeira fase da Liga dos Campeões, o time russo ficou em terceiro do Grupo F e se garantiu na Liga Europa, competição em que pode cumprir uma eventual suspensão.

Mas não será apenas o Spartak que será investigado na quinta-feira. Pela organização insuficiente e a falta de segurança no estádio, o Zilina também pode receber alguma suspensão. A equipe eslovaca ainda será investigada pela conduta inapropriada de seus jogadores, que receberam cinco cartões amarelos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSpartak Moscoupunição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.