Divulgação<br>
Divulgação

Spartak sofre punições por ofensas racistas de sua torcida a Hulk

Clube da capital russa vai pagar multa e seus torcedores não poderão acompanhar jogo, após insultarem brasileiro no sábado

O Estado de S. Paulo

01 de outubro de 2014 | 11h29

Próximo país a sediar uma Copa do Mundo, a Rússia continua convivendo com ofensas racistas em seus torneios locais. Por causa de ofensas racistas proferidas ao atacante Hulk por sua torcida, o Spartak Moscou foi condenado pelo Comitê Disciplinar da Federação local a pagar multa de 450 mil rublos (R$ 27,8 mil) e seus torcedores não poderão assistir o jogo contra o Ural, no próximo fim de semana, fora de casa.

Em partida válida pelo Campeonato Russo no último sábado, torcedores do Spartak foram flagrados duas vezes no primeiro tempo fazendo ofensas a cada vez que o brasileiro Hulk pegava na bola. Isso ocorreu no setor visitante do Estádio Petrovsky, em São Petersburgo.

Ao fim da partida, que terminou em empate sem gols, Hulk também alegou ter ouvido os gritos ofensivos. "Levo isso como um insulto pessoal a mim e a meu clube. Acho que tais coisas são absolutamente inadequadas e os responsáveis pelo futebol devem agir na luta contra a ocorrência do ódio racial", afirmou o atacante brasileiro.

Esse é o segundo incidente envolvendo racismo no Campeonato Russo em sete dias. Na última quinta-feira, o Comitê Disciplinar impôs sanções ao Torpedo Moscou após torcedores do clube direcionarem cânticos com som de macaco a Christopher Samba, do Dynamo Moscou, um jogador negro. A parte do estádio dedicada aos torcedores mais fanáticos ficará fechada na partida contra o Kuban Krasnodar. Porém, o jogador congolês também recebeu suspensão por dois jogos por ter feito gestos obscenos em direção aos torcedores em resposta às ofensas.

O Spartak foi apenas um dos times punidos pela Federação Russa. Nesta quarta, o Comitê também multou em 500 mil rublos (R$ 30,9 mil) o Rubin Kazan. Seus torcedores atearem fogo em algumas cadeiras, em partida contra o Torpedo Moscou e, além disso, o Lokomotiv Moscou foi punido em cinco mil rublos (R$ 309,5) pela entrada de um cachorro na partida contra o Amkar Perm, também no último fim de semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.