Érico Leonan/Divulgação
Érico Leonan/Divulgação

São Paulo promete recorrer para ter Luis Fabiano em clássico

Clube considera situação difícil, mas vai tentar efeito suspensivo

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

05 Agosto 2015 | 07h00

O São Paulo inicia nesta quarta-feira a tentativa para poder escalar Luis Fabiano em campo no clássico de domingo com o Corinthians, no Morumbi. O clube vai tentar obter o efeito suspensivo da punição de dois jogos aplicadas ao atacante, embora considere difícil conseguir diminuir a lista de desfalques para a partida, válida pelo Campeonato Brasileiro.

O técnico Juan Carlos Osorio já não poderá contar com Alexandre Pato, fora por questões contratuais, e Thiago Mendes, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Caso não possa ter Luis Fabiano, o colombiano terá de opções para o ataque Centurión, João Paulo e o estreante Wilder Guisao.

"Vamos recorrer da decisão. Esse tipo de pedido nunca é totalmente certo. Vai depender do entendimento do tribunal e de sermos convincentes em nossos argumentos", explicou o advogado do São Paulo no caso, Roberto Armelin. O principal obstáculo para o clube é o artigo 53 da Lei Pelé. O texto regulamenta que o efeito suspensivo só pode ser concedido para casos de punição que excedam duas partidas. 

Na última sexta-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu Luis Fabiano justamente por dois jogos. O atacante foi expulso na partida contra o Sport, na Arena Pernambuco, e enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por desrespeitar o árbitro André Luiz de Freitas Castro.

O clube aguarda somente a publicação do acórdão do julgamento da última sexta-feira para recorrer da decisão. "Vamos tentar uma interpretação a nosso favor. Para julgar pelo Pleno (do STJD) não dá tempo até o clássico, porque quando tem recurso, tem que esperar a oportunidade para o outro lado responder, que seria a Procuradoria", explicou o advogado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.