Érico Leonan/Divulgação
Érico Leonan/Divulgação

São Paulo retoma na Copa do Brasil a busca pelo título que lhe resta

Com poucas chances no Brasileiro, time abre confronto com o Vasco

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

23 de setembro de 2015 | 07h00

Três clubes paulistas estão divididos entre dois caminhos para o mesmo objetivo. Palmeiras, São Paulo e Santos sonham em chegar à Copa Libertadores do ano que vem e, enquanto disputam a vaga no G-4 do Brasileiro, precisam dar uma pausa para se dedicarem ao "atalho" da Copa do Brasil. O trio começa a jogar nesta quarta-feira às quartas de final e, se chegarem ao título, vão precisar jogar seis partidas, quase metade das 11 rodadas restantes na Série A.

 O Palmeiras, diante do Inter, em Porto Alegre, e o Santos, contra o Figueirense, em Florianópolis, abrem a rodada às 19h30. E o São Paulo recebe o Vasco no Morumbi às 22h. As partidas de volta são na próxima semana.

A dificuldade em alcançar a liderança do Campeonato Brasileiro fez o São Paulo mudar de prioridade nos últimos dias e pela primeira vez desde a mudança de planos o time vai atuar pelo torneio que virou o foco.

O clube tenta manter viva a esperança de título no ano. Os tropeços nas últimas rodadas diminuíram as chances de ser campeão e fizeram o técnico Juan Carlos Osorio a poupar jogadores e admitir que a Copa do Brasil é a obsessão. 

"Para a gente é ruim passar o ano lutando, chegar no final e não conseguir nada. Temos a chance de conquistar a Copa do Brasil e lutar até o último minuto para conseguir um título no ano", disse o zagueiro Breno.

A busca pela taça se justifica também por se tratar de um feito inédito para o clube e que pode significar ainda coroar com uma conquista a aposentadoria do goleiro Rogério Ceni.

A equipe cumpriu um planejamento para dar descanso aos principais jogadores e conseguirá ter em campo Rogério Ceni e Ganso, além de Michel Bastos e Luis Fabiano, que cumpriram suspensão. Pato foi liberado para resolver problemas particulares e não treinou nesta terça-feira, mas deve ir a campo.

Osorio definiu o São Paulo em atividade fechada no CT da Barra Funda. A tendência é a equipe formar um ataque com Pato e Michel Bastos pelas pontas, além de Luis Fabiano centralizado.

Osorio tem a responsabilidade de fazer o time voltar a jogar bem. A sequência irregular, com jogos de pouca criação ofensiva, não permite a equipe se sentir favorita, até pelo que se passou na fase anterior. O lanterna da Série B, Ceará, foi ao Morumbi com reservas e ainda assim ganhou por 2 a 1.

EMBALADO

Se os últimos jogos do São Paulo não geram confiança, o Vasco é o oposto. O time carioca vem de quatro partidas sem perder, saiu da lanterna do Brasileiro e começou a sonhar com outras façanhas.

O técnico Jorginho admitiu ontem que pode poupar jogadores e lembrou que no domingo terá como compromisso o clássico com o Flamengo

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X VASCO

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rodrigo Caio, Lucão e Carlinhos; Breno, Thiago Mendes e Ganso; Michel Bastos, Pato e Luis Fabiano. Técnico: Juan Carlos Osorio.

VASCO: Martín Silva, Madson, Rafael Vaz, Luan e Julio Cesar; Serginho, Bruno Gallo, Andrezinho e Nenê; Riascos e Herrera. Técnico: Jorginho.

Juiz: Wilton Sampaio

Local: Morumbi 

Horário: 22h 

Transmissão: Globo, Band, SporTV, FOX Sports e ESPN Brasil


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.