Williams Aguiar/Sport Club do Recife
Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Sport aposta em fator campo para superar desfalques em duelo com Vitória contra degola

Confronto na Ilha do Retiro coloca frente a frente o 16º e o 18º colocados do Brasileirão

Estadão Conteúdo

14 de novembro de 2018 | 06h54

O torcedor rubro-negro precisa mais do que nunca fazer sua parte e empurrar o Sport para cima do Vitória, nesta quarta-feira, às 21h45, na Ilha do Retiro, pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Isso porque o técnico Milton Mendes tem muitos desfalques para o confronto entre dois times que são rivais diretos na luta contra o rebaixamento.

O lateral-direito Cláudio Winck e o meia Gabriel estão suspensos, enquanto o lateral-esquerdo Sander e o meia Marlone seguem vetados pelo departamento médico. Com dúvidas, Milton Mendes fechou o treinamento desta terça-feira para a imprensa e vai manter o suspense até momentos antes de a bola rolar.

A principal dúvida do treinador é quem vai ocupar a lateral esquerda. Raul Prata vinha jogando improvisado, mas retorna para a direita com a suspensão de Cláudio Winck. A tendência é a de que o zagueiro Ernando seja deslocado para a lateral e Ronaldo Alves entre na defesa. No meio-campo, Rogério é quem deve ficar com a vaga de Gabriel.

Para superar esses desfalques, Milton Mendes espera um bom público na Ilha do Retiro, onde o Sport tem três vitórias em três jogos sob seu comando. Mais de 20 mil ingressos foram vendidos de forma antecipada.

"Esse não é um jogo de vida ou morte e nem quero que o torcedor pensasse dessa forma ou fosse para o estádio pensando isso. É um jogo importante para nós e estaremos equilibrados para conseguir o nosso objetivo", acredita Mendes.

Invicto há quatro jogos, o Sport tem 37 pontos e está na 16.ª colocação, sendo o primeiro time fora da zona de rebaixamento logo acima dos quatro últimos da tabela. Já o Ceará, com um ponto a mais, está em 14.º lugar.

Vitória muda para quebrar jejum

O técnico João Burse sabe que vai ter problemas para escalar o time do Vitória nesta quarta-feira contra o Sport. Sem poder contar com o atacante Léo Ceará, herói do empate por 2 a 2 com o Bahia no último final de semana, quando marcou dois gols, o treinador tem várias opções para encerrar a sequência de quatro jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro, com três empates e uma derrota.

Como Léo Ceará recebeu o terceiro cartão amarelo, o técnico deve apostar no retorno do atacante Rhayner, que cumpriu suspensão automática e já volta direto para o time titular. Neílton corre por fora. O zagueiro Aderllan também fica à disposição e pode começar na vaga de Ramon. Na lista de relacionados para o jogo em Recife, o zagueiro Ruan Renato e o atacante Wallyson mais uma vez nem viajaram com a delegação.

O lateral-esquerdo Marcelo Benítez se recuperou de uma entorse e treinou normalmente nesta terça-feira, em atividade fechada para a imprensa em Salvador. O argentino está relacionado para o jogo e deve começar em campo. "A gente sabe que 45 pontos praticamente se livra. Mas estamos buscando uns 43, mais três vitórias e um empate dá para escapar. Mas vamos buscar a pontuação máxima. Estamos fechados nessa situação", avaliou o atacante Lucas Fernandes.

A sequência de quatro jogos sem vencer manteve o Vitória na zona de rebaixamento, com 35 pontos, atrás de Chapecoense e Sport, com 37 cada. Um resultado positivo pode manter o time na briga pela permanência na primeira divisão. Por outro lado, se perder, pode complicar de vez a sua situação ao final da 34.ª rodada, dependendo de outros resultados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.