Anderson Stevens/Sport Club do Recife
Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Sport bate Ponte Preta de virada e confirma acesso à Série A do Brasileiro

Equipe do Recife conquista o vice-campeonato da Série B em jogo emocionante na Ilha do Retiro

Redação, Estadão Conteúdo

21 de novembro de 2019 | 00h20

O Sport está de volta à elite do futebol brasileiro. O time pernambucano confirmou o acesso e o vice-campeonato da Série B ao derrotar nesta quarta-feira a Ponte Preta, de virada, por 2 a 1, em jogo de muita emoção realizado na Ilha do Retiro. O jogo foi válido pela penúltima rodada da competição.

Com o resultado, o Sport chegou ao quinto duelo de invencibilidade e subiu para 67 pontos, não podendo mais ser ultrapassado pelo América-MG, quinto colocado, com 58. Já a Ponte Preta, que sofreu a terceira derrota seguida, estacionou em 13º lugar, com 44.

Sem o peso de estar disputando o acesso ou lutando contra o rebaixamento, a Ponte se aproveitou do nervosismo do Sport para tomar conta do primeiro tempo. O time campineiro criou as principais oportunidades de gol. Roger teve duas chances logo de cara. Na primeira, mandou para fora. Na sequência, parou na defesa do goleiro Luan Polli.

Quando o Sport deu indícios de que iria acordar, o time de Campinas foi fatal e abriu o placar. Foi aos 19 minutos. Em cobrança de escanteio de Renato Cajá, Roger mandou de esquerda. O segundo gol quase veio com Marquinhos. Ele soltou o pé para nova defesa do goleiro rival. No fim, o Sport foi para o abafa e perdeu chance incrível de deixar tudo igual. Raul Prata cruzou para Guilherme, que apareceu nas costas de Edilson e cabeceou como manda o figurino. A bola passou rente à trave do goleiro Ygor Vinhas.

Segundo tempo

O segundo tempo foi totalmente diferente. O Sport voltou com outra postura e foi para a pressão. O técnico Guto Ferreira cobrou mais empenho. Elton parou em Ygor Vinhas, assim como Lazaroni. Mas Guilherme marcou. Aos 14, Raul Prata foi até a linha de fundo e cruzou para Elton. Ele dominou e ajeitou para Guilherme fazer 1 a 1. Apesar do gol, a Ponte não se entregou e voltou a ameaçar aos 24. Marquinhos invadiu a área, deixou o zagueiro na saudade e viu Luan Polli fazer um milagre. Logo depois, Renan Fonseca chegou a marcar, mas o árbitro pegou impedimento.

A Ponte ainda ficou com nove jogadores, quando Vico acertou uma cotovelada em Éder. Com um a mais, o Sport foi para a pressão e conquistou o resultado positivo com gol aos 46. Em mais uma boa jogada de Raul Prata, João Igor chutou. Ygor de rebote e Guilherme só empurrou para confirmar o acesso. Na última rodada, a Ponte enfrenta o Brasil de Pelotas na terça-feira, às 19h, no Moisés Lucarelli, em Campinas. No dia 30, às 16h30, o Sport visita o Atlético-GO, no Antônio Accioly, em Goiânia.

FICHA TÉCNICA

SPORT 2 X 1 PONTE PRETA

SPORT - Luan Polli; Raul Prata, Rafael Thyere, Eder (Cleberson) e Guilherme Lazaroni; Charles, Marcão Silva e Leandrinho (João Igor); Hyuri, Elton e Guilherme. Técnico: Guto Ferreira.

PONTE PRETA - Ygor Vinhas; Edilson, Renan Fonseca, Henrique Trevisan e Arnaldo; Camilo, Lucas Mineiro, Renato Cajá (Dadá), Araos (Vico) e Marquinhos; Roger. Técnico: Gilson Kleina.

GOLS - Roger, aos 19 minutos do primeiro tempo. Guilherme, aos 14 do segundo.

ÁRBITRO - Joao Batista de Arruda (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Guilherme, João Igor e Raul Prata (Sport); Araos e Roger (Ponte Preta).

CARTÕES VERMELHOS - Hyuri (Sport); Marquinhos e Vico (Ponte Preta).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 22.067 torcedores.

LOCAL - Ilha do Retiro, em Recife (PE).

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.