Divulgação/Sport
Divulgação/Sport

Sport confirma técnico Eduardo Baptista e atacante Hernane

Clube pernambucano traz treinador quatro meses após o pai dele, Nelsinho, ter brigado com diretoria

Estadão Conteúdo

15 Agosto 2018 | 15h50

O bom filho à casa torna. Nesta quarta-feira, através de uma nota em seu site oficial, a diretoria do Sport confirmou o acerto com o técnico Eduardo Baptista, que chega para o lugar deixado por Claudinei Oliveira no último final de semana - após derrota em casa para o São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro.

Essa será a segunda passagem do treinador, que deixou o Coritiba na última sexta-feira, pelo Sport. A primeira foi em 2014/2015, quando conquistou o Campeonato Pernambucano e a Copa do Nordeste, além ter participado da melhor campanha rubro-negra na história do Brasileirão de pontos corridos. Ao todo foram 55 vitórias, 35 empates e 37 derrotas.

Acompanhado do auxiliar-técnico Gustavo Bueno, Eduardo Baptista inicia os trabalhos nesta quinta-feira e já estreia neste sábado, quando o Sport enfrenta o Santos, fora de casa, no estádio da Vila Belmiro, em Santos, pela 18.ª rodada. Sem ganhar há oito jogos, o clube pernambucano é o 14.º colocado, com 20 pontos, e teme o rebaixamento.

O time pernambucano foi justamente o primeiro clube que Eduardo Baptista comandou. Depois, o treinador de 46 anos passou por Fluminense, Ponte Preta, Palmeiras, Atlético Paranaense e Coritiba.

Curiosamente, antes de Claudinei Oliveira, o Sport foi comandado por Nelsinho Baptista, pai de Eduardo, nas três primeiras rodadas do Brasileirão. No entanto, o experiente treinador acabou deixando o cargo em abril depois de se desentender com alguns dirigentes do clube pernambucano.

HERNANE

Outro que está de volta é o atacante Hernane. Ele retorna ao Sport com contrato até dezembro de 2019 e vai vestir a camisa 9. O centroavante, que estava no Grêmio, não esconde a boa expectativa para a sua segunda estadia no time rubro-negro.

"A expectativa é das melhores. Sabemos que o Sport não está numa situação muito favorável, mas só estamos no meio da competição. Temos ainda 20 partidas para tirar o Sport dessa situação", disse Hernane, que tem o apelido de Brocador. "Quero chegar bem e ajudar. Espero poder marcar muitos gols com a camisa rubro-negra", completou.

Em sua primeira passagem pelo Sport, Hernane entrou em campo 17 vezes (13 pelo Brasileirão e 4 pela Copa Sul-Americana), tendo marcado quatro gols. Era para o atacante ter estreado bem antes, mas problemas burocráticos com seu ex-clube, da Arábia Saudita, acabou atrasado o primeiro confronto.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.