Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Sport empata com Fluminense por 1 a 1 e continua na luta contra degola

Equipe rubro-negra precisa vencer o Náutico e torcer por resultados para continuar na elite

Monica Bernardes, Agência Estado

25 de novembro de 2012 | 19h40

RECIFE - Encarado como o jogo do "desespero" pela torcida do Sport, a partida contra o campeão da competição, o Fluminense, neste domingo, pela 37.ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, acabou empatada por 1 a 1. Lutando para evitar o rebaixamento, a equipe rubro-negra, que ocupa a 17.ª posição com 41 pontos, precisa vencer o arquirrival Náutico, no próximo domingo, além de torcer por uma derrota da Portuguesa ou do Bahia - que ocupam respectivamente o 15.º e 16.º lugares, para poder continuar na elite do futebol nacional.

Já o Fluminense, campeão antecipado há duas rodadas, joga contra o Vasco, no Engenhão, também no domingo. Neste clássico, o time tricolor tentará igualar ou até ultrapassar o recorde de pontos obtidos em um campeonato de pontos corridos com 20 clubes. Ele pertence ao São Paulo, que fez 78 pontos em 2006, e a equipe carioca chegou neste domingo à 77.

Durante o jogo, muitos momentos dramáticos. Tanto Sport quanto Fluminense logo tiveram suas chances de marcar. Já aos 2 minutos, Felipe Azevedo fez bom passe para Moacir pela direita. O volante chutou cruzado nas mãos do goleiro Diego Cavalieri. Aos 8, Edinho lançou para Wallace, que avançou pela área, finalizou, mas mandou para fora.

Fruto de uma falha da defesa rubro-negra, o gol do Fluminense saiu aos 27 minutos, após uma cobrança de escanteio. No lance, os zagueiros Diego Ivo e Aílson subiram para cabecear a bola e ela acabou sobrando nos pés de Fred que, sem nenhuma marcação e, de frente para o gol, só precisou chutar forte para abrir o placar. Foi o 20.º gol do artilheiro isolado do Brasileirão.

Não demorou muito para que Sérgio Guedes fizesse as primeiras alterações no Sport. O treinador desistiu da ideia de colocar Renato na lateral direita, tirou o prata da casa e puxou Moacir para a posição. Desta forma, Rithely entrou no jogo, voltando para o meio de campo. O alívio só chegou aos 48 minutos, quando Gilberto roubou a bola pelo meio e tocou para a direita. Felipe Azevedo recebeu, avançou sozinho e balançou as redes do Fluminense.

Na etapa complementar, o Sport continuou tentando desempatar, mas não teve sucesso. Em um dos lances de maior emoção, aos 30 minutos, em um cruzamento perigoso da esquerda, Henrique apareceu livre e cabeceou com força contra o gol de Diego Cavalieri, que fez uma difícil defesa. Aos 45, novamente Henrique, em cobrança de falta na área, desviou de cabeça na frente do arqueiro tricolor, que novamente segurou a bola em um belíssimo lance.

SPORT 1 x 1 FLUMINENSE

SPORT - Saulo; Ailson, Diego Ivo, Reinaldo e Tobi; Moacir, Renato (Rithely), Hugo (Willians) e Felipe Azevedo; Gilberto (Henrique) e Gilsinho. Técnico: Sérgio Guedes.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Wallace, Digão, Leandro Euzébio (Elivélton) e Carlinhos; Edinho, Valência e Jean; Marcos Júnio (Thiago Neves), Rafael Sóbis (Samuel) e Fred. Técnico: Abel Braga.

GOLS - Fred, aos 27, e Felipe Azevedo, aos 48 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Reinaldo (Sport); Wallace e Carlinhos (Fluminense).

ÁRBITRO - André Luiz de Freitas Castro (GO).

RENDA - R$ 387.720,00.

PÚBLICO - 32.937 pagantes.LOCAL - Estádio da Ilha do Retiro, no Recife (PE).

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolBrasileirãoSportFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.