Sport vence Joinville, mantém tabu e se aproxima do G4

Pernambucanos venceram por 4 a 2

AE, Agência Estado

06 de julho de 2013 | 18h49

JOINVILLE (SC) - O Sport conseguiu manter o tabu de mais de 28 anos sem derrota para o Joinville. Neste sábado, o time pernambucano venceu por 3 a 2, na Arena Joinville, em Santa Catarina, pela sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A última - e única - vitória do Joinville sobre o adversário aconteceu em 1985, por 4 a 2, no Brasileirão daquele ano. Desde então foram seis confrontos e seis vitórias do Sport. Além disto, a tarde foi histórica para o atacante Lima, que balançou as redes duas vezes e se tornou o maior artilheiro da história do clube catarinense com 132 gols.

Com a vitória e o tabu mantido, o Sport conseguiu se aproximar do G4, o grupo de acesso, com 12 pontos. Já o Joinville manteve a vice-liderança com 15 pontos, mas agora com a companhia do Palmeiras, que tem a mesma pontuação, mas é terceiro pelo número de gols marcados: 16 a 12.

O Sport não sentiu o fato de jogar na Arena Joinville e conseguiu abrir o placar logo aos 12 minutos. Camilo recebeu bom passe de Marcos Aurélio, dançou na frente do marcador e bateu sem chances de defesa para o Ivan. Atrás no placar, os donos da casa tiveram bastante trabalho para tentar penetrar da defesa do adversário. A única chance de perigo veio em cobrança de falta fechada de Rafinha, que o goleiro Magrão precisou defender em dois tempos.

A volta do intervalo foi eletrizante. Parecia que o Joinville viria com tudo para o cima em busca do empate, mas quem conseguiu marcar foram os visitantes. Em contra-ataque, Felipe Azevedo carregou a bola e rolou para Marcos Aurélio, que bateu colocado, sem chances para Ivan.

Não deu tempo, porém, da torcida do Sport comemorar. No lance seguinte, o Joinville diminuiu e Lima entrou para a história. Kim passou por dois jogadores, invadiu a área e cruzou de perna esquerda. Livre na segunda trave, o camisa 9 testou no canto e se tornou maior artilheiro da história do Joinville, com 131 gols, ultrapassando Nardela, que atuou no time na década de 80.

Animado, o Joinville foi para cima, pressionou e conseguiu o empate aos 30 minutos, novamente com Lima. Em cobrança de pênalti sofrida por ele mesmo, o atacante deslocou Magrão e empatou. A comemoração durou até Renan Teixeira receber passe de Lucas Lima e bater forte confirmando a vitória dos visitantes.

Pela oitava rodada, o Joinville terá o duelo regional contra a líder Chapecoense no próximo sábado, às 16h20, novamente na Arena Joinville. O Sport, por sua vez, enfrenta o América-RN, no mesmo dia e horário, no estádio Barretão, em Ceará-Mirim (RN).

FICHA TÉCNICA

JOINVILLE 2 x 3 SPORT

JOINVILLE - Ivan; Carlos Alberto (Eduardo), Sandro, Rafael (Wellington Bruno) e Rafinha; Augusto Recife, Marcus Vinícius, Ricardinho e Marcelo Costa (Kim); Lima e Ronaldo. Técnico: Arturzinho.

SPORT - Magrão; Patric, Pereira, Tobi e Marcelo Cordeiro; Anderson Pedra, Rithely, Lucas Lima e Camilo (Roger); Marcos Aurélio (Jonathan Balotelli) e Felipe Azevedo (Renan Teixeira). Técnico: Marcelo Martelotti.

GOLS - Camilo, aos 12 minutos do segundo tempo; Marcos Aurélio, aos 5, Lima, aos 7 e aos 30 (pênalti), e Renan Teixeira, aos 35 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rafael, Ivan, Lima e Ronaldo (Joinville); Rithely, Anderson Pedra, Marcelo Cordeiro, Tobi, Roger e Marcos Aurélio (Sport).

ÁRBITRO - Rodrigo Batista Raposo (DF).

RENDA - R$ 149.950,00.

PÚBLICO - 10.734 pagantes.

LOCAL - Arena Joinville, em Joinville (SC).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BJoinvilleSport

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.