Andy Rain/ AFP
Andy Rain/ AFP

Sterling defende a marcação do pênalti contra a Dinamarca: 'Foi claro'

Lance polêmico ocorre durante a prorrogação de partida disputada na capital inglesa

Redação, Estadão Conteúdo

07 de julho de 2021 | 19h56

O pênalti marcado pelo árbitro holandês Danny Makkelie, aos 13 minutos do primeiro tempo da prorrogação, que propiciou a vitória da Inglaterra sobre a Dinamarca e a vaga na final da Eurocopa foi 'claro'. Esta foi a opinião do atacante Raheem Sterling, derrubado no lance.

"Eu entrei na área e fui tocado na perna. Pênalti claro", disse o jogador do Manchester City, após a partida para o canal ITV. Apontado como o maior destaque da competição até o momento, o atleta comentou a partida decidida na prorrogação, após empate por 1 a 1 no tempo normal.

"Tivemos uma grande atuação. Imprimimos muita intensidade após sofrermos o primeiro gol no torneio. Nos reorganizamos e demonstramos um grande espírito de equipe para virar o placar e ganhar a partida", disse o atacante, que travou um belo duelo com o arqueiro dinamarquês Schmeichel.

"É difícil buscar a vitória após ficar atrás no placar. Tivemos de ser pacientes, porque sabíamos que com nosso preparo físico, nossa agressividade e nossa energia, seria questão de tempo para conseguirmos derrubá-los", continuou. "Demos outro passo em uma boa direção, mas ao voltarmos para o vestiário tudo foi esquecido, pois temos que nos concentrar para o duelo de domingo", disse Sterling, referindo-se à partida decisiva contra a Itália, às 16 horas (de Brasília), mais uma vez em Wembley.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.