STF nega pedido de ex-dirigente

O ministro Sydney Sanches, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta quinta-feira o pedido do ex-presidente do Flamengo e advogado Antonio Augusto Dunshee de Abranches para que lhe fosse garantido o direito de não prestar depoimento à CPI do Futebol no Senado. Mas o ministro assegurou que Abranches poderá se recusar a responder perguntas que violem o sigilo profissional ou provoquem sua auto-incriminação. No plenário, os ministros do STF confirmaram uma liminar que suspendeu a quebra do sigilo fiscal do funcionário da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Ariberto Pereira dos Santos Filho. Os ministros consideraram que a determinação da CPI do Futebol não foi devidamente fundamentada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.