STJ nega pedido de Zagallo sobre indenização

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou nesta quarta-feira o pedido do ex-técnico da seleção brasileira Mário Jorge Lobo Zagallo para aumentar os juros sobre a indenização devida pelo ex-jogador Romário, em processo movido no começo da década por danos morais e materiais.

AE, Agencia Estado

15 de abril de 2009 | 12h25

O caso se refere à charge pintada num bar de propriedade de Romário, que mostrava Zagallo sentado num vaso sanitário, recebendo um rolo de papel higiênico de Zico, que também ganhou processo contra o ex-atacante. Cortado da seleção às vésperas da Copa de 1998, por contusão, o Baixinho atacou o técnico e o coordenador da equipe à época.

Zagallo ganhou os dois processos, num total de R$ 240 mil, mas os advogados do treinador reclamaram dos juros - que, segundo eles, deveriam contar desde a pintura, e não desde a data do julgamento. O pedido, no entanto, foi negado pelo STJ.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolJustiçaZagalloRomário

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.