STJD absolve e Botafogo-PB é mantido na Série C em 2015

Time paraíbano poderia ser excluído da competição por ter acionado a Justiça comum para conseguir a liberação do Estádio Almeidão

Estadão Conteúdo

18 de dezembro de 2014 | 19h13

O Botafogo-PB foi absolvido pelo Tribunal Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e permanecerá na Série C do Campeonato Brasileiro de 2015. O time poderia ser excluído da competição por ter acionado a Justiça comum antes de ter esgotado as instâncias esportivas para conseguir a liberação do Estádio Almeidão. O julgamento, que ocorreu na manhã desta quinta-feira, inocentou o clube paraibano por 4 votos a 2.

O relator e auditor Miguel Cançado, além de Gabriel Marciliano, Wagner Madruga e o vice-presidente Ronaldo Botelho Piacenti votaram contra a exclusão do time paraibano e a favor da prescrição da pena imposta pela Quarta Comissão Disciplinar. Votaram contra o Botafogo o auditor Paulo Salomão e Flávio Zveiter, que entenderam que não houve prescrição de pena.

O mais interessado no julgamento era o arquirrival Treze, que acabou sendo rebaixado na Série C deste ano e acreditava que poderia evitar a queda com a exclusão do Botafogo-PB, o que acabou não acontecendo.

Por conta de uma confusão na Copa do Nordeste na partida contra o Sport, o STJD interditou o estádio e o Botafogo-PB foi obrigado a jogar em Goianinha. O Botafogo chegou a viajar para a cidade, mas, devido uma ação movida na Justiça comum da Paraíba pelo vereador Renato Martins, o Almeidão foi liberado.

Como a ação foi movida em fevereiro e apenas em julho foi denunciada pela CBF, ela foi prescrita, pois o limite máximo para ser denunciado é de 60 dias. A Quarta Comissão Disciplinar chegou a punir o clube com a exclusão, além de uma multa de R$ 30 mil. Porém, o Botafogo continuou jogando normalmente até o caso ser julgado no Pleno, que optou pela absolvição do mesmo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSTJDBotafogo-PBSérie C

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.