STJD absolve Fábio Costa e pune Cianorte

Um tênis arremessado em campo, durante jogo contra o Corinthians, disputada em Maringá, em 9 de março, custou ao Cianorte R$ 50 mil de multa, além da perda de mando de campo por uma partida, a ser cumprida em competição organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O Cianorte venceu o confronto por 3 a 0, válido pela Copa do Brasil. Vai enfrentar novamente o Corinthians, dia 6 de abril, em São Paulo. A punição foi aplicada hoje pela 2ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Na mesma sessão, o goleiro Fábio Costa e o zagueiro Anderson, do Corinthians, escaparam de condenação. O primeiro foi denunciado por supostamente ter se dirigido a um assistente da arbitragem como "seu bosta". "Quem eu chamei de bosta foi o gândula", explicou Fábio Costa, durante testemunho diante dos julgadores. Já Anderson, expulso de campo ao entrar de carrinho num adversário, vai ter apenas de cumprir a suspensão automática de um jogo. Para os auditores da 2ª comissão, Anderson visou a bola, embora tenha sido imprudente no lance.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.