Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

STJD alivia pena, e Corinthians e Vasco terão torcida

Times não escapam de perder o mando de campo, como punição por briga no Mané Garrincha

VÍTOR MARQUES, Agência Estado

19 de setembro de 2013 | 16h25

SÃO PAULO - O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou nesta quinta-feira recursos apresentados por Corinthians e Vasco contra punições aplicadas anteriormente aos dois clubes, penalizados por causa da briga envolvendo torcedores dos dois times no Estádio Mané Garrincha, no dia 25 de agosto, em Brasília, pelo Campeonato Brasileiro. Julgados agora no Pleno do STJD, as equipes tiveram mantidas contra elas a perda de quatro mandos de campo cada uma na competição nacional, mas agora poderão contar com a presença de seus torcedores nestas partidas.

Inicialmente, em julgamento em primeira instância realizado no último dia 4, Corinthians e Vasco foram punidos com a perda de quatro mandos de campo cada um, mas a decisão previa a disputa de duas partidas com portões fechados e outras duas apenas com a presença de torcedores adversários.

Os corintianos não poderiam ter o apoio de seus torcedores nos confrontos diante de Bahia e Atlético-PR, nos respectivos dias 2 e 9 de outubro, enquanto os vascaínos atuariam na mesma situação contra Internacional e Fluminense, respectivamente nas mesmas datas. A CBF agora deverá confirmar os confrontos nos quais Corinthians e Vasco não poderão atuar no Pacaembu e em São Januário, o que deverá ocorrer em breve.

Ou seja, do ponto de vista esportivo, os dois clubes não terão um prejuízo tão grande, pois mandarão partidas em praças onde poderão contar com apoio de suas torcidas, mesmo fora de São Paulo ou do Rio.

O resultado deste último julgamento no Pleno do STJD foi "comemorado" de forma discreta por Luiz Alberto Bussab, diretor jurídico do Corinthians, nesta quinta-feira. "Dentro do que podia acontecer, a gente não considera que foi uma vitória, mas a pena (atuar com torcida fora de sua cidade) está prevista no Código (Brasileiro de Justiça Desportiva)", disse o dirigente, para depois acrescentar para a reportagem do Estado: "Agora a CBF será notificada da decisão do tribunal e é a CBF que vai anunciar quais serão os jogos e em quais cidades serão as partidas com punição".

Antes deste julgamento no Pleno do STJD, Corinthians e Vasco conseguiram, no último dia 6, um efeito suspensivo parcial contra as punições aplicadas dois dias antes. Na ocasião, os clubes garantiram a presença de público nos seus jogos seguintes como mandantes até que seus recursos fossem julgados nesta quinta-feira.

Além da perda de quatro mandos de campo, em pena agora aliviada pelo STJD, Corinthians e Vasco tiveram multas impostas anteriormente mantidas. Os corintianos foram condenados a pagar R$ 80 mil, enquanto os vascaínos terão de desembolsar R$ 50 mil.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCorinthiansVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.