STJD confirma rebaixamento do Oeste

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (STJD) confirmou por unanimidade, nesta quinta-feira à noite, por sete votos a zero, a punição imposta pelo Tribunal de Justiça da Federação Paulista de Futebol contra o Oeste. O clube de Itápolis perdeu 12 pontos pelo uso irregular de atletas e foi rebaixado para a Série A2 na próxima temporada. A sessão demorou 50 minutos. O clube paulista foi defendido pela advogada carioca Vera Otero, que não conseguiu reverter a decisão tomada em primeira e segunda instâncias em São Paulo. Não há mais recurso na esfera esportiva. A defesa alegou que a falha de inscrição tinha sido do departamento técnico da própria Federação. O advogado João Zanforlin fez parte do processo em defesa do União São João de Araras, que seria o rebaixado caso não fosse confirmada a decisão no TJD. Em campo, o União São João somou apenas um ponto em dez jogos no Grupo 2. O Oeste, caçula da Série A1, somou 10 pontos, mas como foi penalizado fechou a competição com dois pontos negativos. O clube foi punido por ter usado os jogadores Daniel, Adão e Marcelo Santos nos jogos contra o Santos e Santo André.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.