STJD decide caso Euller na segunda

O Palmeiras declarou guerra ao Vasco para ter Euller na Copa Libertadores da América. Advogados do clube paulista entraram nesta sexta-feira com uma ação cautelar no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) para garantir a inscrição do atacante na Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol). A decisão do STJD será anunciada segunda-feira.José Mauro Couto, advogado contratado pelo presidente Mustafá Contursi, entrou com a cautelar alegando que Euller tem contrato assinado com o Palmeiras, válido de janeiro a agosto deste ano. Na ação, Couto argumenta também que o Vasco ainda não pagou nenhuma das quatro parcelas do passe do atacante e assim, não poderia inscrever o jogador.Os advogados do Vasco alegam que Euller também assinou com o clube de São Januário e a CBF já fez o registro oficial. Nesta sexta-feira, Eurico Miranda teria quitado a primeira parcela do passe, avaliado em US$ 4 milhões, para derrubar um dos argumentos da cautelar do Palmeiras.Luiz Zveiter, presidente do STJD, analisa o processo neste final de semana e para dar o seu parecer na segunda-feira. O Palmeiras estréia na Libertadores dia 8 de março, contra o Universidade do Chile, e tem 48 horas antes do jogo para inscrever os jogadores na Conmebol. O Vasco entra na competição dia 7, enfrentando o Deportivo Táchira, da Venezuela.Euller continua treinando e defendendo o time de Eurico Miranda. "Não sei o que vai me acontecer. Gostaria de jogar e não ser prejudicado por uma disputa jurídica entre os dois clubes", pediu o atacante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.