STJD decide manter anulações de jogos

O Internacional esgotou nesta quinta na esfera da justiça esportiva brasileira a tentativa de tornar sem efeito a anulação das 11 partidas do Campeonato Brasileiro apitadas por Edílson Pereira de Carvalho. Foi derrotado por unanimidade (7 votos a 0) em julgamento de mais de três horas realizado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no qual pedia a revisão de decisão anterior do órgão.O clube gaúcho, porém, já tem uma estratégia pronta. Vai primeiro esperar o resultado da última rodada do Campeonato Brasileiro. Se vencer o Coritiba ou obtiver outro resultado que o deixe até três pontos atrás do Corinthians, ingressará com representação na Comissão Disciplinar da Fifa.E se a resposta da entidade máxima do futebol não lhe for conveniente, acionará a Justiça comum para conseguir o título do Brasileiro. Por uma classificação virtual do campeonato, sem a repetição dos 11 jogos determinados pelo STJD, por causa da manipulação de resultados, o Inter estaria hoje um ponto a frente do Corinthians.Pela tabela em vigência, está três pontos atrás. ?Vamos com calma, dar um passo de cada vez?, disse o vice-presidente jurídico do Internacional, Luis Antonio Lopes, um dos seis dirigentes do clube presentes à sessão do STJD.O Internacional, em recurso conjunto com Cruzeiro, Santos e Figueirense, havia perdido em primeira instância a tentativa de reaver a anulação dos jogos. Ontem, no plenário, além de discursos tensos tanto da defesa quanto dos auditores, também chamaram a atenção as críticas à imprensa pela polêmica criada a partir da anulação das partidas.O procurador do STJD, Alexandre Quadros, exibiu e criticou uma reportagem publicada num jornal de grande circulação de São Paulo da seguinte forma: ?Vejam o que esse jornaleco escreveu?, disse. Antes, o auditor Eduardo Machado Costa já contestara o papel da imprensa também de maneira incomum. ?Fizeram de tudo para esquentar o assunto. Estão querendo vender sapato, vender aparelho de barbear, não estão preocupados com os interesses do esporte brasileiro.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.