STJD investiga cusparada em Alan Kardec

Willians, do América-MG, pode ser suspenso por 12 jogos por agressão em confronto da Série B

CIRO CAMPOS, Agência Estado

16 de setembro de 2013 | 15h09

SÃO PAULO - O meia-atacante Willians, do América-MG, pode ficar suspenso por até 12 jogos por ter cuspido no atacante palmeirense Alan Kardec no jogo entre as equipes realizado no último sábado, pela Série B. A procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) afirmou nesta segunda-feira que pediu as imagens da confusão entre jogadores para avaliar se cabe denúncia.

"Já pedimos as imagens para analisar e fazer a denúncia. O jogador pode pegar de seis a 12 jogos de suspensão", explicou o procurador do STJD, Paulo Schmitt. A punição está prevista no artigo 254-B do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. A cusparada não foi relatada na súmula pelo árbitro Cláudio Mercante Junior.

A confusão começou no segundo tempo, quando Alan Kardec se desentendeu com o goleiro Mateus após uma dividida. Eles começaram a discutir e depois, vários jogadores também começaram a participar da confusão. No meio do empurra-empurra, as imagens da transmissão da televisão flagram a cusparada, que não foi relatada pelo árbitro na súmula. Mateus e Kardec foram expulsos.

Nesta segunda, Willians se desculpou pelo seu comportamento. "Foi uma tarde infeliz da minha parte e peço desculpas pelo que fiz ao atacante Alan Kardec, do Palmeiras. Nunca fiz isso na minha carreira. As pessoas que me conhecem sabem que não sou esse tipo de pessoa, mas que infelizmente no calor do jogo aconteceu. Estou muito chateado e triste por esse episódio. Peço desculpas aos meus companheiros, a nossa torcida e também a torcida adversária", disse.

A partida no estádio Independência, em Belo Horizonte, terminou empatada em 1 a 1 e freou a sequência de triunfos das duas equipes. Ambas vinham de duas vitórias consecutivas, porém continuam bem colocadas na competição mesmo após o tropeço. O Palmeiras ainda é o líder e o América-MG, ocupa o sétimo lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.