STJD julga santistas e corintianos

A Quarta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julga, a partir das 15 horas desta sexta-feira, um processo que promete ser longo e pode custar caro principalmente ao Santos. O clube teve três jogadores indiciados ? Giovanni, Saulo e Luizão ? por causa de distúrbios na partida do último dia 13, contra o Corinthians, na Vila Belmiro, e também pode perder até três mandos de campo, além de continuar com seu estádio interditado.Já o Corinthians terá o julgamento, também nesta sexta-feira, do goleiro Fábio Costa, denunciado no Artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), e do meia Carlos Alberto, no 250. Os dois foram citados por causa de atos no clássico com o Santos na Vila. A pena prevista para Fábio Costa varia de uma a dez partidas de suspensão. E a de Carlos Alberto é de um a três jogos.A situação mais complicada de todos é a de Giovanni. Ele pode ser suspenso pelo prazo de 365 a 730 dias, ?por ter incitado publicamente à prática de infração?. O meia do Santos chutou a bola para a arquibancada da Vila Belmiro, logo depois do terceiro gol do Corinthians, que venceu por 3 a 2, na última quinta-feira. A partida era uma das 11 que o STJD anulou por suspeita de manipulação de resultados. Nojogo anterior, em 31 de julho, o Santos venceu por 4 a 2.Giovanni foi indiciado com base no Artigo 279 do CBJD e também no Artigo 258. Se a opção dos auditores da Quarta Comissão Disciplinar do STJD for por desconsiderar a denúncia no 279, o atleta pode ?apenas? ser suspenso de uma a dez partidas.Esta hipótese vale também para o goleiro Saulo, que provocou Carlos Alberto e acabou indiciado somente no 258.Para o atacante Luizão, a pena pode ser bem maior. Ele vai responder por ter infringido o Artigo 253 (praticar agressão física) e, senão for absolvido, será suspenso de 120 a 540 dias. O atleta deu duas cotoveladas fora de disputa de bola em Wendell, do Corinthians.Para o Santos ainda haverá o julgamento que manterá ou não a interdição de Vila Belmiro ? por causa da invasão de vários torcedores no gramado e danos em cabines e alambrados do estádio. O clube também pode perder o mando de campo por até três partidas. Já o árbitro Cleber Wellington Abade, que apitou o clássico na Vila Belmiro, foi denunciadocom base no Artigo 266 do CBJD, por ter deixado de relatar com detalhes todos os incidentes na súmula. Por isso, pode ficar na ?geladeira?por um bom tempo: de 120 a 720 dias.

Agencia Estado,

21 de outubro de 2005 | 09h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.