STJD julga Silas nesta segunda-feira

O meio-campista Silas será julgado pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta segunda-feira. Ele está liberado provisoriamente da suspensão de 180 dias que recebeu no dia 29 de dezembro por uma suposta agressão ao árbitro Wilson de Souza Mendonça no jogo Atlético-PR 1 x 1 Goiás, pela Copa João Havelange 2000. O jogador viaja para o Rio de Janeiro no final da tarde e seu caso será julgado na sede da CBF por volta das 18 horas. Ele está confiante na absolvição. "Eu não fiz nada daquilo que o juiz me acusou. Sei que fiz errado no lance e tenho que pagar. Mas não é justo 180 dias", afirma o jogador, que levará o lateral Reginaldo, do São Paulo e que na época atuava no Atlético-PR, para testemunhar a seu favor.No dia da confusão, Silas foi expulso por causa de um carrinho num jogador do Goiás. Após o lance, houve uma confusão onde o jogador supostamente teria agredido o árbitro. O advogado Paulo Reis também apresentará, além do depoimento de Reginaldo, uma gravação com o lance da partida onde tudo aconteceu. "Fica visível na fita que há apenas uma discussão, o que normal de jogo. Não aquilo que o juiz relatou", diz.A expectativa pela liberação não é só de Silas. Em Americana, no Rio Branco, todos esperam e confiam na liberação definitiva do jogador. Entre eles o técnico Zé Teodoro, que sabe da importância de Silas no elenco. "Ele tem me ajudado bastante. É um jogador fantástico desde os tempos em que jogamos juntos no São Paulo e está passando uma experiência enorme para a garotada. Conto com ele e sei que será absolvido", afirma o treinador.Líder e único invicto do Campeonato Paulista da Série A-1, o Rio Branco vem sendo a sensação da competição. Com 15 pontos, o time lidera ao lado do São Caetano mas está em vantagem no saldo de gols: 13 contra dez. A próxima partida do Rio Branco será domingo, mais uma vez em casa, diante do União São João.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.