Daniela Lameira/STJD
Daniela Lameira/STJD

STJD multa Atlético-MG em R$ 5 mil por canto homofóbico de torcida

Clube terá de pagar valor por episódio no começo deste mês em clássico com o Cruzeiro, no Mineirão

O Estado de S. Paulo

28 Setembro 2018 | 19h08

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) determinou nesta sexta-feira a aplicação de multa de R$ 5 mil ao Atlético-MG por cantos homofóbicos entoados por alguns torcedores no clássico com o Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro, em 16 de setembro, no Mineirão. O clube ainda poderá recorrer da pena.

A Procuradoria do STJD denunciou o Atlético-MG por descumprir artigo do Estatuto de Torcedor que proíbe cânticos homofóbicos, racistas e xenófobos nos estádios. Os auditores do Tribunal decidiram por maioria aplicar uma multa ao clube. O valor poderia variar de R$ 100 a R$ 100 mil, porém foi acatada a sugestão do auditor José Nascimento de fixar o montante de R$ 5 mil.

A própria diretoria do Atlético-MG lamentou o episódio. No dia seguinte ao clássico, o clube chegou a emitir uma nota oficial para pedir desculpas. "Reiteramos nosso repúdio a quaisquer gestos de preconceito ou de incitação à violência. A maior torcida de Minas é composta por pessoas de todas as classes sociais, raças e gêneros, não cabendo qualquer tipo de discriminação. Isso não faz parte da nossa gloriosa história", diz o texto.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.