Daniel Teixeira/ Estadão
Daniel Teixeira/ Estadão

STJD oferece denúncia e caso Iago Maidana vai para julgamento

Órgão investiga participação de fundo de investimentos na operação

O Estado de S. Paulo

08 de outubro de 2015 | 16h21

A Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai apresentar denúncia na próxima semana para levar a julgamento o caso Iago Maidana. O zagueiro de 19 anos foi contratado pelo São Paulo em setembro, em operação que envolveu também o Criciúma, o Monte Cristo (GO) e um grupo de investidores chamado Itaquerão Soccer. A presença desta empresa é que motivou a ida do caso para o tribunal.

"A denúncia deve ser apresentada na próxima semana contra todos os envolvidos. As infrações que estão sendo objeto de análise tem penas previstas desde multa até proibição de realização de transferências”, explicou em comunicado o procurador do STJD, Paulo Schmitt.

Iago Maidana chegou ao São Paulo por R$ 2 milhões depois de sair do Criciúma e passar dois dias vinculado ao Monte Cristo, da terceira divisão goiana. A operação para deixar o clube catarinense teve a participação da Itaquerão Soccer, que pagou R$ 800 mil para a rescisão do contrato. A empresa tem sede em São Paulo no mesmo endereço onde funciona uma distribuidora de bebidas.

Todos os envolvidos foram denunciados no caso e serão julgado por infrações ao Regulamento  Nacional de Registro e Transferência de atletas de futebol e também à regra da Fifa em vigor desde 1º de maio, quando passou a ser proibido a participação de investidores. "É vedado que terceiro referido no caput deste artigo obtenha o direito de participar parcial ou integralmente, de um valor de transferência pagável em razão da futura transferência dos direitos de registro de um atleta de um clube para outro", diz a regulamentação.

O atleta treina junto com o elenco profissional do São Paulo e pela seleção brasileira, participou do grupo vice-campeão mundial sub-20 na Nova Zelândia, neste ano. Caso a punição mais grave seja aplicada pelo caso, o time do Morumbi ficaria impedido de contratar atletas por um tempo determinado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCSTJDIago Maidana

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.