STJD pune cruzeirense Romero por quatro jogos após pisão nas costas de rival

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) definiu nesta quarta-feira a punição do argentino Lucas Romero. O jogador do Cruzeiro foi julgado pela Terceira Comissão Disciplinar e acabou suspenso por quatro partidas por sua expulsão na estreia do Campeonato Brasileiro diante do Coritiba, no último dia 14.

Estadão Conteúdo

25 de maio de 2016 | 17h36

Romero foi expulso por conta de um pisão nas costas do rival César González. O cruzeirense foi julgado no artigo 254-A, que trata de agressão, e poderia ser suspenso por até 12 partidas, mas a defesa do clube mineiro realizou um bom trabalho e conseguiu a pena mínima para o jogador.

"Pela análise das imagens trazidas, entendo também que a infração está perfeitamente amoldada na descrição do artigo 254-A, inciso II, onde desferiu um pontapé no adversário de forma contundente e com dolo. Condeno o denunciado a pena mínima de quatro jogos de suspensão", explicou o Luis Felipe Procópio, relator do processo, ao justificar seu voto.

Outro atleta cruzeirense julgado nesta quarta-feira foi o lateral Lucas. Também expulso diante do Coritiba, após levar o segundo cartão amarelo por uma falta dura, o jogador também pegou a pena mínima e foi suspenso por apenas uma partida, já cumprida.

Como a pena de Romero foi anunciada menos de 24 horas antes da partida contra o Santa Cruz, no Recife, o jogador está livre para atuar nesta quarta à noite. Como também já cumpriu uma partida da suspensão, ele será desfalque para o Cruzeiro diante de América-MG, Botafogo e São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.