STJD reduz multa do Palmeiras por confusão em jogo contra o Fla

Clube paulista viu sua pena ser reduzida a R$ 20 mil pelo Pleno do tribunal

Estadão Conteúdo

20 Outubro 2016 | 16h27

O confronto entre Palmeiras e Flamengo teve mais um capítulo fora de campo nesta quinta-feira, quando o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) voltou a julgar a confusão ocorrida nos camarotes do Allianz Parque no duelo entre os dois clubes. Inicialmente multado em R$ 50 mil em primeira instância, o clube paulista viu sua pena ser reduzida a R$ 20 mil pelo Pleno do tribunal.

No jogo realizado no dia 14 de setembro, pelo Brasileirão, torcedores do Palmeiras hostilizaram dirigentes do Flamengo que estavam em um camarote. Eles arremessaram diversos objetos, sendo que foram identificados isqueiros, pedras de gelo e sapatos. No fim do jogo, houve tentativa de invasão ao setor reservado aos flamenguistas.

Havia o risco de o Palmeiras perder mandos de campo por causa da confusão, como era o pedido do procurador Michel Sader. Os auditores de primeira instância, entretanto, entenderam que uma multa de R$ 50 mil era suficiente.

O Palmeiras concorreu, pedindo a absolvição ou a redução da multa. Nesta quinta, relator Antônio Vanderler votou para reduzir a multa para R$ 20 mil. Se voto foi acompanhado pelos demais auditores: João Bosco Luz, Décio Neuhaus, Otávio Noronha, José Perdiz, Arlete Mesquita e pelo presidente Ronaldo Botelho Piacente.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Allianz Parque Flamengo Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.