Joka Madruga/ Futura Press
Joka Madruga/ Futura Press

STJD rejeita recurso e mantém suspensão de 15 jogos para Kleber

Atacante do Coritiba terá de cumprir pena por expulsão contra o Bahia

Estadão Conteúdo

26 de julho de 2017 | 20h14

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) rejeitou, nesta quarta-feira, um recurso do Coritiba - chamado Embargos de Declaração - para diminuir a punição do atacante Kleber, suspenso por 15 jogos devido à expulsão no jogo contra o Bahia, na sétima rodada do Campeonato Brasileiro, em Curitiba.

Na ocasião, o jogador do time alviverde revidou uma cusparada do volante Edson, do Bahia, ocorrida durante um lance aos 25 minutos do segundo tempo da partida, disputada no estádio Couto Pereira. Kleber cuspiu e ainda agrediu o adversário com socos. Ambos foram expulsos pelo árbitro mato-grossense Wagner Reway.

Na decisão, o relator do processo, Antônio Vanderlei de Lima, destacou que as infrações cometidas pelo jogador do Coritiba foram gravíssimas (o clube curitibano solicitava que fosse homologada a proposta de Transação Disciplinar ofertada em sessão para sete partidas e de R$ 230 mil com medida de interesse social).

O auditor do STJD frisou que o resultado do julgamento, que manteve a pena de 15 partidas aplicada em primeira instância, "se deu em perfeita sintonia e sem nenhuma irregularidade".

"Transferir o grave desvio de conduta do seu atleta a uma suposta e precária alegação de erro 'in procedendo' do julgamento ou o excesso da penalidade é inaceitável. As agravantes foram legalmente aplicadas com base em fatores que circundam e afetam o caso concreto, na forma posta do voto", concluiu Antônio Vanderlei de Lima.

Desta forma, Kleber deverá cumprir o restante da suspensão e voltará a atuar pelo Coritiba no Brasileirão somente na 26.ª rodada, no dia 27 de setembro, justamente contra o Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCoritibaSTJD

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.