Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

STJD suspende atacante Deyverson, do Palmeiras, por duas partidas

Cotovelada em chileno Mena, do Bahia, em jogo da Copa do Brasil, faz jogador ser punido por agressão

O Estado de S. Paulo

15 Agosto 2018 | 17h37

O atacante Deyverson, do Palmeiras, foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta quarta-feira com dois jogos de suspensão por ter acertado uma cotovelada no lateral Mena, do Bahia, em jogo da Copa do Brasil há duas semanas. A pena máxima seria de seis partidas, porém os auditores da Terceira Comissão Disciplinar decidiram por unanimidade reduzir a sanção.

O jogador acertou a cotovelada aos 45 minutos do segundo tempo da partida, que acabou empatada em 0 a 0. O árbitro da partida, Anderson Daronco, consultou o lance no árbitro de vídeo para definir a expulsão. Deyverson deixou o campo chorando e depois foi ao vestiário do Bahia para pedir desculpas ao adversário. "Quando vi o lance atentamente o atleta age com maldade, imprudência e não posso deixar de punir. O fato dele pedir desculpas é secundário, mas ele sobe e deixa o braço", disse o relator do processo, Manoel Torres.

Denunciado no artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, Deyverson já seria desfalque nesta quinta-feira, na partida de volta com o Bahia, para ter de cumprir suspensão automática. Caso o Palmeiras avance para a semifinal ele será desfalque também no primeiro jogo do confronto válido pela fase seguinte. O resultado do julgamento cabe recurso.

Nesta quinta-feira o Palmeiras voltará ao STJD. O clube terá julgado o pedido da impugnação da final do Campeonato Paulista, contra o Corinthians. A diretoria alega que houve interferência externa para fazer o árbitro cancelar a marcação de pênalti de Ralf em Dudu.

 

 

Mais conteúdo sobre:
futebol Palmeiras Deyverson Copa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.