STJD suspende lateral do Goiás pego no anti-doping por 3 meses

Diego Barbosa é punido por exame quando jogava no Atlético-GO

Estadão Conteúdo

19 Março 2015 | 20h33

Julgado nesta quinta-feira pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o lateral-esquerdo Diego Barbosa, atualmente no Goiás, recebeu a punição mínima por doping e ficará afastado dos gramados por três meses. No fim do ano passado, quando ainda jogava pelo Atlético Goianiense, ele testou positivo para dexametasona, substância presente em anti-inflamatórios.

Quando o jogador foi comunicado do doping, em 25 de fevereiro, ele já estava no Goiás, sendo suspenso preventivamente. O time esmeraldino defendeu Diego Barbosa perante ao STJD, apesar de o caso ter acontecido quando ele ainda estava no rival e de a medicação ter sido indicada pelo departamento médico do Atlético-GO.

A punição imposta pelo STJD é retroativa e começa a valer no dia da notificação - ou seja, no dia 25 de fevereiro. Assim, ele retorna aos gramados no dia 25 de maio, a tempo de atuar pelo Goiás já na quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O lateral será desfalque nas partidas contra Vasco, Atlético-PR e Palmeiras.

Mais conteúdo sobre:
futebol STJD Goiás Diego Barbosa doping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.