Divulgação
Divulgação

STJD vai julgar Ganso, Luis Fabiano e Osorio por expulsões

Trio do São Paulo se envolveu em incidentes em jogo com o Sport

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

28 de julho de 2015 | 19h25

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai julgar na próxima sexta-feira o meia Ganso, o atacante Luis Fabiano e o técnico Juan Carlos Osorio, do São Paulo. Todos se involveram em incidentes na derrota por 2 a 0 para o Sport, no dia 19 de julho, pelo Brasileirão. O caso mais grave é do camisa 9, que se condenados na pena máxima pode desfalcar o São Paulo por até 12 jogos.

As denúncias foram oferecidas pelo auditor Márcio Amaral, que enquadrou Luis Fabiano em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). O atacante foi denunciado por jogada violenta (243-F) e por ter ofendido o árbitro (254). Cada um deles prevê uma pena de um a seis jogos.

Assim como Luis Fabiano, Ganso foi expulso no jogo na Arena Pernambuco, mas foi enquadrado em apenas um artigo, o 258, que prevê seis jogos de suspensão para quem desrespeita ou reclama da arbitragem. O mesmo artigo também se refere ao indiciamento do técnico Osorio, que foi expulso por reclamação ao fim do jogo. O colombiano já tinha sido expulso em junho, na derrota para o Palmeiras.

O próprio clube também foi denunciado por ter atrasado o início da realização do jogo com o Sport. Neste caso, a multa aplicada é de até R$ 1 mil por minuto de atraso. Segundo a súmula do árbitro André Luiz de Freitas Castro, o São Paulo entrou em campo três minutos mais tarde do que o combinado.

Os julgamentos serão na tarde da próxima sexta-feira, a partir das 13h30, no Rio de Janeiro. As expulsões dos jogadores renderam uma conversa com o técnico, mas a diretoria descartou intervir nos dois casos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.