STJD veta são-paulinos no clássico

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) colocou um fim na pretensão do São Paulo de escalar Cicinho, Lugano e Josué no clássico do dia 24 contra o Corinthians - remarcado por estar entre os jogos suspeitos de manipulação pelo ex-árbitro Edílson Pereira de Carvalho. Na tarde desta quinta-feira o órgão indeferiu o pedido do Tricolor, que pretendia escalar os três no jogo da repetição. Na verdade, o São Paulo tentou se valer de uma artimanha. Disse que o presidente do STJD, Luiz Zveiter, havia garantido que os clubes que tiveram dois jogos anulados - caso do São Paulo - poderiam colocar os suspensos para cumprirem a pena na primeira partida ficando, desta maneira, livres para atuar na segunda. Apesar de informação não ter sido confirmada em nenhum momento pelo STJD nem pela CBF, o São Paulo tentou tornar a situação irreversível e não escalou os três para o jogo contra a Ponte - realizado ontem em Campinas. Queria, desta forma, que eles ficassem livres para enfrentar o Corinthians. Hoje, o clube foi informado que se não colocou os titulares em campo contra a Ponte, também não poderá escalá-los contra o Corinthians.Pela manhã, no site oficial do clube na internet, o presidente Marcelo Portugal Gouvêa havia comunicado o técnico Paulo Autuori que os três atletas poderiam ser escalados normalmente no clássico. E divulgava essa informação em entrevistas.?Essa é a nossa posição (escalá-los para enfrentar o Corinthians). Nós pedimos esclarecimentos, mas não recebemos respostas e usamos as interpretações de todos os advogados que leram o documento. Por isso, eles cumpriram as suspensões contra a Ponte Preta?, disse o presidente, no início da tarde, em entrevista à rádio Jovem Pan. O dirigente chegou até a comentar uma eventual ação do Corinthians contra a escalação dos jogadores no clássico. ?Temos que parar de ficar indo ao Tribunal e até para a Fifa (o Santos ameaça ir à entidade mundial contra a anulação de jogos) por qualquer coisa. Precisamos trabalhar dentro de campo?, disse ele.

Agencia Estado,

20 de outubro de 2005 | 16h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.