STJD volta a absolver Zé Roberto e reduz pena de Vargas

O Grêmio obteve duas vitórias no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta sexta-feira. O meia Zé Roberto teve sua absolvição mantida, enquanto o atacante Vargas teve sua pena reduzida de quatro para apenas um jogo de suspensão.

AE, Agência Estado

23 de agosto de 2013 | 20h01

Zé Roberto já havia sido absolvido pelo tribunal em primeira instância por causa de uma falta que causou uma fratura no tornozelo esquerdo do lateral-direito Lucas, do Botafogo. Após ser liberado, o STJD recorreu e levou o caso para o Pleno, que voltou a absolver o atleta.

Vargas, por sua vez, havia levado gancho de quatro jogos por ter acertado um chute no volante Amaral, do Criciúma, fora do lance. Acabou sendo expulso de campo. Mas, como já cumpriu a suspensão automática, já poderia voltar a defender a camisa do Grêmio no Brasileirão.

"O Zé Roberto teve sua absolvição em primeira instância mantida. O Vargas teve desqualificada a sua pena e redução de quatro para uma partida", disse o diretor jurídico do clube, Gabriel Vieira.

Os dois jogadores, contudo, ainda se recuperam de problemas físicos. A expectativa do técnico Renato Gaúcho é que os dois possam ser liberados pelo departamento médico a tempo de disputar a partida da volta contra o Santos, na próxima quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioZé RobertoVargas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.