Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Sttugart joga com obrigação de vencer

De repente, o Stuttgart passou a ter obrigação de vencer o Friburgo, mesmo no campo do adversário, neste domingo, no complemento da nona rodada do Campeonato Alemão. Em condições normais, o time do atacante brasileiro Cacau, que terminou a rodada anterior na liderança, já poderia ser considerado favorito, pois seu adversário está entre os últimos colocados. Mas depois que o técnico Volker Finke, do Friburgo, admitiu que terá escalar juvenis e amadores porque nada menos de 14 jogadores estão com problemas médicos, a responsabilidade do Stuttgart passou a ser total.No outro jogo deste domingo, que fecha a nona rodada, o Schalke 04 viaja para enfrentar a equipe do Mainz, recém-promovido à divisão principal. O caçula teve um bom início e já surpreendeu o Bayer Leverkusen e o Werder Bremen, o atual campeão.Mudança - Agora é para valer: a Liga Alemã de Futebol (Bundesliga) decidiu reduzir o número de jogadores extracomunitários. A partir da temporada 2005-2006, cada equipe da divisão principal só poderá escalar quatro jogadores sem passaporte da Comunidade Européia. No atual campeonato, cinco atletas extracomunitários podem entrar em campo normalmente.A diretoria da Bundesliga, que defendia a adoção da nova regra só a partir de 2006, mudou de idéia em conseqüência da pressão exercida por alguns dirigentes. Um dos líderes desse movimento foi o próprio Franz Beckenbauer, presidente do comitê de organização da Copa do Mundo de 2006. Para o "Kaiser", houve uma invasão de jogadores estrangeiros no futebol alemão, o que inicialmente aumentou de qualidade dos jogos do Campeonato Alemão, mas depois teria prejudicado o nível do futebol da seleção nacional, que praticamente não se renovou desde o último Mundial e continua carente de craques.Um dos exemplos citados foi o do Cottbus, que em 2001 chegou a escalar nada menos de 11 jogadores estrangeiros em um jogo do Campeonato Alemão. Nesta temporada, o Wolfsburgo vem escalando normalmente quatro argentinos, enquanto o Schalke 04 alinha costumeiramente três brasileiros e dois uruguaios.

Agencia Estado,

23 de outubro de 2004 | 18h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.